PORTO: MIRAGAIA / MOSTEIRO NOSSA SENHORA DO PILAR

Voltando de Matosinhos, nosso  bonde passou por um casario bem antigo, e resolvemos descer para conhecer. Era o bairro de Miragaia, que fica perto da igreja de São Francisco.


Esse bairro não é um lugar turístico, então é possível ver os locais no seu dia a dia: pessoas, sentadas na porta de casa, conversando; crianças jogando bola no pátio à frente da igreja; pessoas fazendo compras nas mercearias.
Subimos ladeiras, entramos em ruelas. Ou seja, exploramos o local.




Miragaia - "junto com Vitória e São Nicolau integra o primitivo núcleo da cidade do Porto e esses três com a freguesia da Sé, correspondem à cidade medieval delimitada pelas muralhas Fernandinas". [ trecho retirado do site www.wikipedia.org.pt ]












Igreja de São Pedro de Miragaia
Miragaia foi uma área ocupada por pescadores, cujo santo padroeiro é São Pedro. Portanto, nada mais natural que a igreja dessa região fosse a de São Pedro de Miragaia. Essa construção foi modificada várias vezes, e seu acervo cedido a outras instituições religiosas ao longo dos anos.


Em nossas andanças, encontramos uma escadaria e resolvemos subir. Logo, vimos uma muralha e achamos que poderia ser a muralha Fernandina. Só quando descemos, foi que confirmamos ser um outro trecho da muralha.  






Escadas do Caminho Novo


Muralha Fernandina



Do topo das escadarias do Caminho Novo é possível avistar Vila Nova de Gaia e o rio Douro

Final da manhã e do passeio e nossa fome só aumentando, resolvemos, então, ir ao hotel [aliás muito bem localizado] para fazer um lanchinho: queijo camembert, torradinhas, refrigerante e de sobremesa: uvas.




À tarde, fomos à Vila Nova de Gaia para conhecer o Mosteiro Nossa Senhora do Pilar.

Atravessamos a ponte D. Luis I e...







...e, depois, encaramos várias ladeiras. O segredo, para não cansar, é subir um pouquinho, parar e olhar para trás. O visual é tão lindo, que a gente nem sente a subida.








Finalmente chegamos !





Lá de cima a vista é muito bonita: o rio com suas embarcações; a muralha Fernandina; a ponte D. Luis I; o cais da Ribeira; a catedral da Sé.














Essa é a igreja de Nossa Senhora do Pilar.






Segundo a guia que nos acompanhava, esse claustro, em forma circular, é o único em Portugal.



A igreja Nossa Senhora do Pilar é administrada pela igreja católica e abre para missas aos domingos.










As obras desse mosteiro começaram em 1538 e só foram finalizadas em 1670. Durante a guerra civil portuguesa foi muito danificado e ficou abandonado até 1834.

Dois grupos foram responsáveis pelas obras de recuperação: a Real Irmandade de Nossa Senhora do Pilar e o Grupo de Amigos do Mosteiro .
Há muitos anos é ocupado pelo Exército Português e, atualmente, é administrado pela Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, que também tem atuado na restauração desse mosteiro.
[Informações retiradas de www.wikipedia.org.pt]



Apenas em Dezembro de 2012 foi aberto à visitação.


Paga-se um ingresso para visitar o Mosteiro e este dá direito a assistir a um vídeo sobre a restauração de monumentos portugueses em várias cidades, visitar uma exposição de fotos de monumentos e uma visita guiada pelo convento, igreja e torre. Esse trabalho está sob a responsabilidade da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais. 

  A visita à torre é acompanhada por soldados do exército português. A escada de acesso é em caracol e muito estreita. Pensei em desistir, pois causa um certo desconforto. Mas, os soldados foram delicados e nos incentivaram a subir falando sobre a vista da cidade.


  
Torre do Mosteiro








Valeu a subida. Pois lá de cima, para qualquer lado que se olhe, o visual é de extasiar !!!!!


FOTOS : J.C. ALVAREZ



2 comentários

  1. Estive recentemente em Portugal e amei Porto.

    ResponderExcluir
  2. Sabe que ainda não subi à Serra do Pilar?! Casa de ferreiro.
    Só o fotografei desde Gaia, numa ida às caves do vinho do Porto.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir