05 novembro 2021

CIDADES DO INTERIOR DE MINAS GERAIS QUE VALEM A PENA CONHECER

CIDADES DO INTERIOR DE MINAS GERAIS QUE VALEM A PENA CONHECER


Cidades do interior de Minas Gerais

As cidades do interior de Minas Gerais são excelentes opções de viagem pelo Brasil. Os atrativos turísticos vão de cidades históricas e estrada Real à estâncias hidrominerais e lugares de natureza exuberante. Ainda tem a gastronomia mineira que, só de pensar, já dá água na boca. Deu para notar porque o estado tanto nos cativa com opções para diferentes perfis de viajante. Então, vem comigo conhecer 8 cidades do interior de Minas Gerais que devem fazer parte de seu roteiro.


 Cidades do interior de Minas Gerais - Tiradentes

A paixão por Tiradentes nos arrebatou desde a primeira vez que a conhecemos e, dali em diante, com frequência, damos um jeito de incluí-la em um fim de semana prolongado. Tiradentes teve grande desenvolvimento no século XVIII graças ao ouro abundante em suas terras. Seu nome é uma homenagem ao inconfidente Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido como Tiradentes, que lutou contra a cobrança de altos impostos cobrados pela coroa portuguesa. 

O que fazer em Tiradentes :

 Tiradentes é uma das cidades mineiras mais visitadas. O centro histórico com - casario colonial, igrejas e museus - é um dos primeiros lugares que você deve conhecer. Aproveite para apreciar a serra de São José que forma um paredão montanhoso, que parece abraçar a cidade. Para os apaixonados por trilhas, há muitas opções, inclusive com acompanhamento de guias de turismo. Outra dica é "se perder" por ruas e becos, observando portas e janelas coloridas de casas e casarões. Quantos recantos graciosos ! 


Cidades do interior de Minas Gerais


A Igreja Matriz de Santo Antônio está no alto de uma das ladeiras da cidade, sendo vista de vários lugares. É considerada a segunda mais rica do Brasil. 

Alguns ateliês de arte estão abertos ao público e merecem a visita. Inclusive existe um passeio chamado "Rota dos Ateliês" onde o turista é levado a conhecer 15 deles. O belíssimo artesanato mineiro é muito rico e vai de móveis a roupa de cama e banho com bordados e fuxicos. Sou completamente apaixonada por esses trabalhos produzidos por artesãs locais. Sempre visito algumas lojas, mesmo que seja só para apreciar:  Entreminas, um coletivo com peças de artesãos de diferentes regiões de Minas Gerais. A  Graziela Guimarães com primorosas roupas de cama e banho. Marcas Mineiras, onde é possível fazer um lanche no quintal e conhecer algumas "marcas mineiras" de extremo bom gosto. Cerâmica Casa Grande produz utilitários em cerâmica artesanal com ótima qualidade e preço.

Marcas Mineiras Café em Tiradentes, Minas Gerais


Outro lugar fantástico é a Divinas Gerais Móveis Rústicos e de Demolição. Geralmente somos recebidos pelo proprietário, que é muito simpático e gosta de mostrar para cada visitante o processo de produção artesanal dos móveis e objetos de decoração. Eles enfatizam o reaproveitamento de madeiras, a valorização das características de cada tipo de madeira e a transformação em peças diferenciadas com design exclusivo. 

Em termos de alimentação, a cidade tem opções para diferentes orçamentos, ou seja, desde restaurantes econômicos até os mais requintados. Nós adoramos o Viradas do Largo, mais conhecido como restaurante da Beth. Da última vez, experimentamos o restaurante Tutu na Gamela, logo no início da estrada de Tiradentes. Comida mineira caseira feita em fogão a lenha o que significa : impossível não repetir.   

Dica especial : Dois passeios que você precisa incluir  em seu roteiro são: um bate e volta a Bichinho e ir, de maria-fumaça, até São João Del Rey.   


Cidades do interior de Minas Gerais - Bichinho


Bichinho faz parte da estrada Real, além de constar da Trilha dos Inconfidentes, um circuito turístico que liga 20 municípios, onde nasceram ou viveram pessoas que participaram do movimento Inconfidência Mineira.  

Bichinho é o nome mais usado por todos quando se referem à cidadezinha de Vitoriano Veloso. Localizada bem próxima a Tiradentes, tem uma estradinha bucólica, daquelas que a gente não cansa de admirar. A serra de São José está sempre ali, marcando presença, e o verde desce pelos vales. Na parte inicial da estrada, que liga as duas cidades, tem uma loja de artesanato ao lado da outra e, geralmente, o preço é mais em conta do que em Tiradentes. Depois elas dão lugar a cenários rurais com direito a vaquinhas pastando no campo. É o que podemos chamar de turismo rural.

O vilarejo passou a ser mais conhecido e teve grande impulso na produção de artesanato e, consequentemente, do turismo quando o artista plástico Toty criou a Oficina de Agosto. Ele valorizou o saber e o fazer dos artesãos locais, criando uma espécie de coletivo, onde desenvolveu um trabalho de formação focado no reaproveitamento de materiais e na prática sustentável. A Oficina de Agosto foi "escola" para muitos artesãos que, depois de um tempo, seguiram carreira solo, abrindo seus próprios ateliês.


Cidades do interior de Minas Gerais


 O que fazer em Bichinho ? 

Apreciar a beleza da estrada é a primeira dica. Visitar o Museu do Automóvel com ótimos exemplares de carros antigos. Tirar uma foto na frente da Casa Torta, o que requer muita paciência com os sem noção que ficam horas fazendo mil poses. Se encantar com as várias lojas de artesanato da estrada e do vilarejo e comprar alguns mimos para sua casa. Nunca dei a sorte de visitar a igreja de Nossa Senhora da Penha pois está sempre fechada. Algumas casas, em Bichinho, são uma graça e bem conservadas.  Hoje, muitas delas abrigam restaurantes, ateliês e lojas. Não deixe de conhecer a Macabéa Atelier, um lindo coletivo de artesãos. O vilarejo é muito gracioso e em uma tarde dá para visitá-lo mas, se quiser ficar por lá, há também boas opções de hospedagem. 

 

Dica especial : Se tiver tempo vale almoçar no restaurante Pau de Angu que fica em um lugar super agradável na estrada.   


Cidades do interior de Minas Gerais - São João Del Rey

Nada como chegar a São João Del Rey a bordo de uma legítima "maria fumaça". Estamos falando do trem turístico que parte de Tiradentes em direção à cidade vizinha e recebe esse nome por ser uma "locomotiva a vapor" que roda em trilhos. Aliás, esse é um passeio que não deve faltar em sua visita à cidade. 

O que fazer em São João Del Rey

São João Del Rey, assim como Tiradentes, foi fundada no início do século XVIII e sua arquitetura colonial, bem conservada, pode ser apreciada no Teatro Municipal, na Igreja de São Francisco de Assis, no centro histórico, nos Passos da Paixão, na igreja de Nossa Senhora do Rosário, na igreja Nossa Senhora do Pilar e nas pontes de Pedra. 
.

São João Del Rey : cidades do interior de Minas


Se você chegar de trem à cidade, aproveite para conhecer o museu Ferroviário, que fica na estação de São João Del Rey. A EFOM [ Estrada de Ferro Oeste de Minas] foi inaugurada por D. Pedro II em 1881 e contava, inicialmente, com 4 estações. Mais tarde, ampliou o número de cidades por onde o trem passava. A "maria fumaça" nunca parou de circular mas, depois de um tempo funcionou apenas como trem turístico percorrendo os 12km entre Tiradentes e São João.

Quando o trem apita, para avisar que está se aproximando de Tiradentes, há uma certa animação por parte dos passageiros e também dos turistas que estão próximos à estação. Coisas de cidade do interior. E todos vão ver o trem chegar, tirar fotos perto da locomotiva e do maquinista, além de fotografar a manobra manual do trem na rotunda.


Cidades do interior de Minas Gerais





Cidades do interior de Minas Gerais - Santa Cruz de Minas

Uma pequena distância separa Tiradentes de Santa Cruz de Minas, cidade que se destaca pela produção de móveis de madeira de demolição. Tudo de grande qualidade e por um preço super convidativo e você ainda tem a oportunidade de conversar e tratar tudo direto com o marceneiro que o produz. 

Na estrada, a cachoeira do Bom Despacho, o Totem Marco Zero de Estrada Real e o Maffort Cafe são atrações. O cenário rural, com vários animais pastando, se repete mas, mesmo assim, encanta e eu não resisto a parar "n" vezes para fotografar

É na avenida Ministro Gabriel Passos que se concentram as lojas e ateliês que fizeram a fama de Santa Cruz e nela se  destacam as lojas: Bárbara Cúpulas, Santo Forte Arte e Hospedagem e várias oficinas de marcenaria.   


Santa Cruz de Minas: Cidades do interior de Minas Gerais


Não perca a oportunidade de fazer uma viagem incluindo essas 4 cidades : Tiradentes, Bichinho, Santa Cruz de Minas e São João Del Rey. Nós preferimos nos hospedar em Tiradentes e fazer bate e volta para as demais  cidades. Sempre escolhemos a Pousada Lis Bleu, próxima à estação de trem, numa rua super agradável e sossegada. Ela fica longe do burburinho e dá para fazer tudo a pé. Tiradentes oferece mais opções de hospedagem do que as outras cidades. 




Cidades do interior de Minas Gerais - Capitólio



Capitólio: cidades do interior de Minas Gerais


Com certeza, você já viu fotos do Mirante dos Cânions ! Pois é, esse é o mais famoso cartão postal da cidade e não há quem não se encante. Se você gosta de destinos que privilegiam a natureza, Capitólio tem que estar no seu roteiro. 

Na região da serra da Canastra e às margens do Lago de Furnas, também chamado de "mar de Minas", está Capitólio. Lugar belíssimo conquista o coração dos turistas que chegam de todas as partes do Brasil. 

O que fazer em Capitólio

O passeio de lancha pelo lago é uma das atividades mais procuradas. O piloto da lancha faz papel de guia e conta um pouco da história do Lago que surgiu após as comportas da hidrelétrica de Furnas terem sido fechadas. A paisagem que se vê no início do passeio é bem diferente daquela que se vislumbra à medida que a lancha desliza pelas águas esverdeadas. Algumas vezes, a lancha entra em braços do lago e dá para ver de perto as paredes dos cânions que são formadas por camadas de pedra de diferentes espessuras. Em algumas paradas é permitido o banho e, apesar da água gelada ser um desafio, o mergulho nesse verde esmeralda é inevitável. 

Cachoeira Lagoa Azul, Cânion das Furnas, Vale dos Tucanos e Bar Flutuante foram as quatro paradas  que fizemos mas, se o nível do Lago estiver baixo, não é permitido que a lancha entre em alguns lugares. 


Capitólio: Cidades do interior de Minas Gerais


Outro atrativo muito lindo, que é passeio para o dia todo, é a Trilha do Sol. A área me pareceu um parque natural muito bem estruturado e sinalizado, com três trilhas, poços, cachoeiras e montanhas a perder de vista. Cada visitante recebe uma pulseirinha ao comprar o ingresso e monitores circulam pelo espaço dando orientações sobre os percursos. Há uma boa área de lazer com redes, restaurante e banheiros.  

A Cachoeira da Pedra Ancorada e o Mirante dos Cânions foram outros dois passeios que fizemos e indicamos. São belezas diferentes, mas todas fantásticas. 

Vale ressaltar que a região de Capitólio tem muitas outras cachoeiras belíssimas que valem muito a pena, embora para acessar alguns desses lugares, seja necessário um veículo 4X4. 


Cachoeira da Pedra Ancorada em Capitólio, Minas Gerais

A cidade tem um centrinho com lojas, supermercados, farmácia e um super luxuoso condomínio de casas de veraneio chamado "Escarpas do Lago", onde se hospedam muitas pessoas que visitam a região. .  

Nos últimos anos, o turismo cresceu muito em Capitólio gerando aumento de preços, em geral, e procura muito grande por alguns passeios. Nós fomos fora de temporada e escolhemos alguns lugares menos badalados.  

Nossa hospedagem foi na Pousada Fecho da Serra, onde todos os chalés têm vista para o rio e para as montanhas. O valor das diárias inclui café da manhã e jantar.


Cidades do interior de Minas Gerais - Maringá

Há quem não acredite que Maringá, tão pertinho de Visconde de Mauá, faça parte de Minas. Na verdade, o rio Preto divide Maringá deixando um lado da cidade no estado do Rio de Janeiro e o outro em Minas Gerais.

No lado mineiro tem cada pousada linda, restaurantes muito bons, bistrôs, ateliês, cachoeiras, trilhas e basta atravessar uma ponte - bem estreitinha, só para pedestres - para circular da Maringá mineira para Maringá do Rio de Janeiro, que também conta com lojas, restaurantes, pousadas. Em nossa experiência achamos Maringá mineira mais charmosa e tranquila.   

Na verdade, as belezas da região se esparramam por Maringá, Visconde de Mauá e Maromba, 3 vilas com limites geográficos muito tênues. O que vale é explorar tudo sem se preocupar, exatamente, onde estão os atrativos: cachoeira Santa Clara, cachoeiras do Sítio do Alcantilado, trilhas variadas, cachoeira Véu de Noiva. Enfim, a protagonista é a natureza.   

Ficamos na Pousada Jardins do Passaredo, um lugar muito especial em meio à Mata Atlântica.


Cidades do interior de Minas Gerais

 


Viajar por cidades do interior nos proporciona sair do burburinho da cidade grande e desfrutar de outro tipo de beleza. Quer elaborar um roteiro de férias baseado em cidades do interior ?  Veja quantas opções interessantes.

 A Marina Heimer,  do Imagina na Viagem, nos deixa curiosa com o post Cidades do interior de São Paulo: quais valem a pena    

Já  a Adelaide do Turista Imperfeito nos leva a Caruaru, famosa cidade do interior pernambucano.  

No Olivia Garimpando Por Aí você vai ver como As cidades do interior do Brasil, da Europa ou de qualquer lugar do mundo podem te surpreender.   

E a Regina Oki, do Turista Fulltime, nos leva à Europa com Cidades do interior da Holanda .  



                                                FOTOS : J.C. ALVAREZ




 




Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Escreva abaixo o que você procura neste blog e tecle "enter";