05 agosto 2022

CIDADE DA MÚSICA DA BAHIA: O NOVO MUSEU DE SALVADOR

Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador


Um museu para música baiana! Sim, existe! É a Cidade da Música da Bahia e fica em Salvador. Na semana de sua inauguração, por sorte, estávamos na cidade e, com grande alegria, fomos lá conhecer. Vem comigo, pois vou contar como foi a visita. 

A união de tecnologia sofisticada e de uma concepção museológica onde interagir e experimentar tem destaque, aliado a um acervo de muita qualidade - ritmos da Bahia - faz a visita à Cidade da Música ser um programa incrível.


Onde fica a Cidade da Música da Bahia

A localização não podia ser melhor: junto a dois grandes símbolos de Salvador - Mercado Modelo e Elevador Lacerda.  Em um belíssimo e antigo casarão, especialmente restaurado para recebê-la, está a  Cidade da Música.

Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador
No canto inferior direito está o Casarão dos Azulejos Azuis - Casa da Música da Bahia

O "casarão dos azulejos azuis"- é assim que todos se referem ao prédio comercial - foi construído no final do século XIX e era usado pelo porto de Salvador. Tempos depois, abrigou loja de tecidos e até supermercado. O prédio já esteve praticamente em "ruínas" e ameaçado de demolição, apesar de ter sua estrutura tombada pelo IPHAN desde 1969. Portanto, hoje, é uma grande alegria admirá-lo, com sua fachada de azulejos portugueses nas cores branca e azul e suas 70 janelas, sabendo que abriga um equipamento cultural onde a música baiana pulsa em energia. 


Não perca o post: Onde comer barato em Salvador


Como é a Cidade da Música da Bahia

No térreo está a  recepção, biblioteca, midiateca, lojinha e cafeteria. O visitante é recebido ao som de música baiana pra entrar no clima. A projeção de fotos de compositores, cantores e percussionistas baianos já é um convite a conhecer um pouco mais a história e a contribuição de cada um. 


Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador

No segundo, terceiro e quarto andar ficam as exposições permanentes. Cada espaço é um mergulho na cultura musical baiana. A sala de depoimentos é o lugar para ouvir relatos de personalidades da música baiana, tais como: Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Margareth Menezes e Moraes Moreira, entre outros.

 Há um espaço dedicado aos workshops de percussão e nele, os visitantes poderão descobrir seus talentos após a apresentação dos instrumentos e do tipo de som que produzem. É que todos são convidados a participar, 

Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador

Quem quiser soltar a voz e se sentir cantor ou cantora por um dia poderá entrar nas salas de karaokê. Alias, o museu conta também com estúdios de gravação com uma acústica incrível. 

Cidade da Música da Bahia


Vai visitar Salvador? Então, não perca a dica de hospedagem: Hotel Bahia do Sol


A sala Nova Música atrai os que desejam conhecer novos talentos da música baiana e, ali, podem ouvir os clipes de lançamentos. 

Em um grande painel touch é possível escolher qual período da história da música o visitante quer conhecer mais a fundo.  

Estação Interativa é o nome da grande sala com mini arquibancadas, onde fizemos, através de projeções no chão e paredes, uma  "visita" a cada bairro da capital baiana para saber o ritmo que nasceu por lá. Cenas dos bairros e depoimentos são projetados envolvendo, de forma contundente, aos que estão assistindo. Quando chegou a vez de Ivete quase saí dançando. Amoooo!


Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador


No museu - cidade da música da Bahia - um espaço conquistou meu coração: a sala - A Magia da Orquestra. O visitante é conduzido por uma linda menininha a conhecer os bastidores da Orquestra Sinfônica da Bahia. Numa aula virtual, cada instrumento é apresentado - o nome, o som que produz e seu papel na orquestra - e, ao final, assistimos uma apresentação de todos os instrumentos sendo tocados pela orquestra. Lindo demais!


Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador

Apesar de saber da curadoria do renomado arquiteto Gringo Cardia, que sempre inova em seus trabalhos, não há como não se surpreender com a Casa da Música da Bahia, pois não há um ambiente igual ao outro. Todos têm uma iluminação especial e uma proposta diferente, onde o visitante pode interagir, experimentar ou ser protagonista de algo relacionado à música. 

Cidade da Música da Bahia

Nos corredores, a instalação artística e colorida, que parece grafite, é uma homenagem ao grande artista modernista Genaro de Carvalho. 


Cidade da Música da Bahia: Museu em Salvador

Há sempre alguém da equipe de atendimento disponível para esclarecer dúvidas e sugerir espaços de acordo com sua preferência. 

Bem, a Cidade da Música da Bahia está sendo considerada um espaço inédito no cenário museológico e apresenta a história da música baiana desde a época da colonização até as mais recentes produções. 

A apresentação do acervo musical baiano de forma tão criativa, com certeza, levará muitas pessoas a visitar e se encantar com esse museu. E você não pode ficar fora dessa. 

Visitar museus é um dos programas que mais gosto de fazer em viagem e na cidade onde moro, Rio de Janeiro. Aliás, se você mora por aqui também ou está de visita à cidade, não pode deixar de ler sobre a Casa de Rui Barbosa no Rio de Janeiro escrito pela Regina Oki, no blog Turista Fulltime.  

Já no post do blog Olívia Garimpando Por Aí, você ficará a par de Todas as dicas sobre o Museu do Amanhã que a Olívia, carioca da gema, escreveu em detalhes. 

Agora, se você quer dicas internacionais, eu recomendo a leitura do blog Destinos Por Onde Andei, onde a Gisele Prosdocimi escreveu sobre o Museu Andino, Vinícola Santa Rita, Chile.  E com o euro muito caro, nada melhor do que ler o blog Turista Imperfeito, onde a Adelaide nos conta sobre os Museus Gratuitos em Milão 


Salvador surpreendeu positivamente e eu super indico a visita à essa cidade tão simpática, alegre e musical.



  1. Que espetacular esse novo Museu Cidade da Música da Bahia, um museu para a música baiana.
    Amo a Bahia, mas já faz bastante tempo que não vou à Salvador. E que legal que esse museu está super bem localizado. Com certeza vai virar um programa obrigatório.

    ResponderExcluir
  2. Marcia M Picorallo10 de agosto de 2022 23:09

    Fiquei contente em saber que além de ser revitalizado esse lindo casarão hoje abriga um museu. Quando estive lá era de dar dó. Obrigada pela notícia, não tinha visto em outro lugar, ainda. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu amo museus e espaços culturais com interação e tecnologia, e adorei a proposta do Cidade da Música! A Bahia já produziu (e continua a produzir) tantos artistas incríveis, é muito bom saber que há agora um espaço assim, que homenageia e divulga a história da música baiana.

    ResponderExcluir
  4. Lilian, que alegria saber que o casarão foi não só revitalizado, mas que abriga um museu tão relevante como o Cidade da Música. Quando estive em Salvador deu dó e revolta ver os azulejos despencando.

    ResponderExcluir
  5. Adorei conhecer essa cidade da música da Bahia. É importante homenagear e divulgar os artistas de cada região. Em vários aspectos, faz lembrar a Casa da Música de Viena, muito interactiva também. Visitámos em 2018 e ainda hoje o meu filho fala dos degraus que eram teclas de piano e de como conduziu a orquestra vienense com a sua batuta....

    ResponderExcluir
  6. Que projeto incrível! Adoro um montão de cantores baianos e acho super justo terem ganhado um museu para homenageá-los. Certamente estará no meu roteiro pela cidade.

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura no blog e boa viagem!