MONTEVIDÉU TEATRO SOLÍS

Teatro Solís

No dia que almoçamos no Mercado do Porto, ficamos de olho na hora, pois seria o dia da nossa visita guiada ao teatro Solís.

Passamos pelo teatro, por volta das 13h, pensando em comprar o ingresso com antecedência. Mas, os funcionários disseram que, além de não ser necessário, a venda só seria feita 10min antes do horário.

 

O teatro Solís, inaugurado em 1856 com a apresentação de uma ópera de Verdi, continua sendo um espaço de destaque na vida cultural de Montevidéu. E por seus palcos passam óperas, ballets, orquestras, grupos musicais e peças teatrais.

Como 2013 foi o ano de Montevidéu como capital Íberoamericana da Cultura, o Teatro foi palco de diferentes tipos de espetáculos de artistas uruguaios e internacionais.


O teatro é composto por uma parte central e dois anexos, um de cada lado. Nesse, que está em primeiro plano, funciona um elegante restaurante: "Rara Avis".

Na parte que fica atrás do restaurante, há um espaço para ensaios da Orquestra Sinfônica e outro para o trabalho da Companhia de teatro.

 Varanda do restaurante em foto do site www.montevideu.org
Interior do restaurante em foto do site www.itaste.com

No anexo da direita, funciona uma loja/café "Allegro" e uma sala multifuncional de teatro. 



As visitas guiadas são muito boas e essenciais, para que se possa conhecer  detalhes sobre o prédio, sobre a história do Solís e do Uruguai.

. Terças e Quintas - 16h
. Quartas,Sextas e Domingos - 11, 12 e 16h
. Sábados - 11 , 12, 13 e 16h

Fizemos a visita na quinta-feira, às 16h, e pagamos 50 pesos cada um.
Eram tantos brasileiros, que os guias dividiram o grupo em dois grandes  subgrupos.
Outros 2 pequenos grupos: um, com o guia falando espanhol, tinha umas 8 pessoas; e o guia em inglês, apenas 3 turistas.


Nosso guia, apesar de ser brasileiro, viveu toda vida no Uruguai. Então, de vez em quando, nos pedia ajuda para saber a palavra adequada à sua explicação.







FOTOS: J.C. ALVAREZ



Nenhum comentário