26 novembro 2018

MARIANA, BATE E VOLTA DE OURO PRETO.

MARIANA, BATE E VOLTA DE OURO PRETO.

Mariana é uma cidade mineira de grande importância histórica que vale a pena ser visitada. A ótima notícia é que ela fica pertinho de Ouro Preto e dá para fazer um bate e volta. Assim é possível conhecer duas lindas cidades em uma só viagem. Vamos lá passear ?




Fundada em 1696, Mariana, se originou na época da exploração do ouro pelos bandeirantes, mas foi uma cidade projetada por José Fernandes Alpoim, atendendo ao pedido da corte de Portugal. Primeira vila de Minas Gerais, Mariana foi também a primeira capital da, então Capitania de Minas Gerais. Tem um centro histórico pequeno e bem preservado.

Chegamos a Mariana em um dia nublado e nossa primeira visita foi à igreja de São Pedro dos Clérigos.Bonita e com um aspecto diferente das igrejas das cidades históricas, talvez pela fachada em tom rosado e o interior simples. É grande e fica afastada do centro histórico.
Sua construção data de 1752, porém levou muitos anos para ser concluída. Suas torres só foram erguidas por volta de 1920 e até hoje a igreja está inacabada.

Igreja São Pedro dos Clérigos.

Leia também o post sobre Ouro Preto com todas as dicas de passeios e hospedagem.

Seguindo o passeio estacionamos o carro próximo à Praça Gomes Freire, típica pracinha de cidade do interior, com coreto. Já me apaixonei !!!  Super arborizada e simpática, possui jardins floridos e bem tratados. Em seu entorno alguns restaurantes oferecem a deliciosa culinária mineira.

Praça Gomes Freire
É possível conhecer a cidade a pé então continuamos caminhando até a  Praça Claudio Manoel que era chamada, na época, de "Largo da Matriz". Nessa praça onde está a Catedral da Sé, instalaram o chafariz e o pelourinho, símbolos de poder no Brasil Colônia. A mudança do nome da praça para Cláudio Manoel da Costa foi uma homenagem ao inconfidente mineiro de mesmo nome.


Catedral da Sé na Praça Claudio Manoel

Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção/ Catedral da Sé era, inicialmente, uma capela e foi passando por ampliações até se tornar uma Catedral à altura da condição de vila. Infelizmente, não pudemos visitá-la pois estava fechada. Em estilo barroco, tem obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde. Um verdadeiro tesouro encontra-se nessa igreja, desde 1753: um órgão de Arp Schnitger. Concertos musicais são frequentemente apresentados.

Praça Minas Gerais é um lugar privilegiado na cidade pois está rodeado por prédios históricos e de interesse turístico, como a Casa da Câmara e Cadeia, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo e a Igreja de São Francisco de Assis. Era considerada, na época do Brasil Colônia, um local importante para a fiscalização da atividade de exploração do ouro.

Câmara Municipal de Mariana, Minas Gerais.
Casa da Câmara e Cadeia é um prédio histórico construído por volta de 1768 para esse fim.

A construção da Igreja de Nossa Senhora do Carmo data de 1784, é de estilo rococó e vários artistas renomados participaram, de alguma forma, nessa obra, seja na pintura, entalhe de peças ou outra contribuição. Parte da igreja foi destruída por um incêndio em 1999. As torres cilíndricas lhe conferem uma beleza especial.

Igreja Nossa Senhora do Carmo

Já a Igreja São Francisco de Assis, também em estilo rococó, é de 1763, abriga o túmulo do pintor Manoel da Costa Ataíde que, junto com Aleijadinho, trabalhou na edificação da igreja.
O pelourinho, que aí se encontra, é de 1970 em substituição ao de 1750. No topo há um globo representando as conquistas marítimas portuguesas.

Igreja de São Francisco de Assis e o pelourinho.

A Estação de trem de Mariana é muito bonitinha e passou por restauração recente. Sua construção data de 1914, quando a ferrovia, que anteriormente terminava em Ouro Preto, foi estendida até Mariana. Atualmente, o trem turístico Ouro Preto/Mariana, funciona aos fins de semana e feriados, movimentando as duas cidades.

Estação de trem de Mariana.

 

Em nossa avaliação foi um passeio muito agradável para conhecer mais um pedacinho da incrível Minas Gerais. 

VIAGEM DE CARRO EM MINAS GERAIS


Bem, nosso roteiro por terras mineiras foi organizado assim: chegamos em BH/Confins em uma 5ª feira, pela manhã. Tínhamos alugado um carro, na Movida, através do site da RentCars. As empresas que alugam carros têm stand dentro do aeroporto, porém os carros ficam em uma área próxima ao mesmo. As vans das locadoras pegam as pessoas em paradas sinalizadas, com a placa da locadora, na calçada do aeroporto e levam para a retirada do carro.

De Confins fomos direto para Capitólio, onde ficamos 3 dias. No domingo, após o café da manhã, voltamos para BH, onde permanecemos 3 dias, sendo que, em um deles, fomos visitar Inhotim. Na quarta feira, de manhã, saímos de BH rumo a Ouro Preto e fizemos um passeio a Mariana. Retornamos para BH na sexta feira, bem cedo. Então, devolvemos o carro na locadora, que nos levou até o aeroporto para pegarmos nosso voo de volta ao Rio. 

Passagem aérea Rio/BH/Rio ---- 9.000 pontos na milhagem TAM
Aluguel do carro----- pela Rentcars online. Usamos o waze para fazer todos os percursos de carro.
Pousada Fecho da Serra, em Capitólio [3 diárias]------- Booking
Hotel Esuites Toscanini, em BH [3 diárias]----------Booking
Mirante Hotel, em Ouro Preto [ 2 diárias]-----------Booking



                                                     FOTOS : J.C. ALVAREZ


Leia Também

2018
Belo Horizonte
Belo Horizonte, Onde Ficar e o Que Fazer

Brumadinho
É possível conhecer Inhotim em 1 dia !!!
Descubra as Opções de Restaurantes em Inhotim

Capitólio
Capitólio, Como Chegar e Onde Ficar
Passeios em Capitólio

Ouro Preto
Ouro Preto, Uma Viagem na História do Brasil
Museu do Oratório, Ouro Preto, Minas Gerais

  1. Que amor a cidade de Mariana. Ainda não conheço Minas, mas BH e Ouro Preto estão na minha lista para futuras viagens. Após esta tua dica, vou incluir Mariana também.

    ResponderExcluir
  2. Esse era um dos destinos que queria fazer esse ano, não sei se vai dar, mas já salvei seu post nos favoritos. parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderExcluir
  3. Quase fizemos um bate e volta para Mariana partindo de Ouro Preto, mas desistimos no último minuto, deixamos para outra oportunidade.
    Não vejo a hora de realizar meu desejo de conhecer Mariana, ainda mais que é tão perto de BH, não é? Grande beijo.

    ResponderExcluir
  4. Mariana é uma graça. Vale muito a pena fazer esse bate-volta de Ouro Preto. Fizemos isso com os pequenos e foi muito legal. Adorei o post

    ResponderExcluir
  5. Lindo seu Roteiro de Mariana. Que vontade de conhecer.minas ferais é mesmo encantadora! Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  6. Deyse Marinho de Abreu28 de maio de 2020 14:54

    Que fotos maravilhosas dos pontos turísticos de Mariana. Sou apaixonada pela cidade, e sempre vamos para lá. Minha sogra mora em Ouro Preto então, sempre vamos lá passear com ela. Só posso dizer que nesse seu Bate e volta de Ouro Preto para Mariana, você soube captar e explorar o que há de melhor na cidade! Muito boas as dicas!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecemos Minas ainda e já está nos nossos planos há algum tempo. Uma das razões, é claro, é para conhecer as cidades históricas como Mariana e o seu roteiro já vai nos ajudar no planejamento. Bom saber que dá pra fazer um bate e volta a partir de Ouro Preto e que tudo está pertinho.

    ResponderExcluir
  8. Que roteiro bacana por Minas! Estava nos nossos planos fazer uma Road trip pelas cidades históricas de Minas agora em julho, mas tivemos que adiar... Ouro Preto e Mariana estavam no roteiro, e a ideia era mesmo fazer um bate-volta para Mariana. Adorei as dicas!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search