28 fevereiro 2019

ECONOMIZAR EM VIAGEM É POSSÍVEL


Foto do site www.pixabay.com

Viajar é muito bom, mas tem um custo. No entanto, saiba que sempre é possível economizar e fazer viagens super legais. É importante ressaltar que, para cada perfil de viajante, fazer economia, pagar barato, gastar pouco significa uma coisa. Por exemplo, pra uns, economizar em hospedagem significa acampamento, hostel e couchsurfing. Para outros, pode significar hospedagem em cidade próxima ao destino desejado, alugar casa ou ainda hotel fora do centro turístico.
Você pode pesquisar várias dicas para planejar uma viagem econômica, porém veja quais delas fazem sentido para você, ou seja, que dicas servem para o tipo de viajante que você é. Caso contrário, sua viagem acaba se tornando uma frustração.

1] Viaje fora de temporada

Sempre que for possível, viaje fora do período de férias e de feriados. É impressionante a diferença de preços de passagens aéreas e de hospedagem. Além disso, você encontrará os aeroportos, as atrações e os restaurantes com movimento bem mais tranquilo.

Observe a relação entre as estações do ano e o fluxo de turismo na cidade/país que você deseja visitar. Por exemplo, nós já viajamos em fevereiro, inverno na Europa, pra algumas cidades europeias, onde o inverno não é rigoroso conseguindo preços justos para passagem aérea e hospedagem em hotéis bem legais, que talvez não pudéssemos ficar em alta temporada .

Porém, preste atenção ! O mesmo raciocínio não pode ser aplicado à Flórida, nos EUA, em fevereiro, pois, embora o inverno na região, também, seja ameno, há uma procura tão grande dos próprios americanos [que fogem do frio em outros estados/cidades] que aí os preços das hospedagens ficam altos e a lotação esgotada.

Viajamos para Capitólio em março de 2018 e curtimos muito todas as atrações. Em um dos passeios, o piloto nos disse que nas férias acontecia "engarrafamento" de barcos no Lago de Furnas.

2] Troque milhas por bilhetes aéreos/Seja flexível com datas e destinos

Viajar utilizando milhas pode ser uma boa economia no seu orçamento e te possibilitar mais viagens.
No entanto, esteja atento a quantidade de milhas exigida para o destino desejado na época escolhida. Procure ser flexível com as datas pois, de acordo com o período do ano e o calendário de eventos da cidade/país, a quantidade de milhas aumenta significativamente, entretanto em outras datas diminui.

Foto do site www.pixabay.com
Vou dar um exemplo concreto: o Natal Luz em Gramado atrai, a cada ano, mais turistas. Sendo assim, viagens para Porto Alegre costumam ser muito procuradas no final do ano. Em 2018, nós gastamos 11.000 milhas para o trecho RJ/POA/RJ, indo dia 27/11 e voltando 4/12. Para 2019, nas mesmas datas serão necessárias 34.900 milhas. Mas, de 19/11 a 27/11 serão 13.500 milhas e o Natal Luz já começou. Viu como pesquisando é possível economizar e visitar o destino e o evento tão desejado ?

Ainda há mais uma possibilidade: procurar outro destino que, também, pode ser muito legal e que te exigirá uma quantidade menor de milhas. O Natal em Curitiba tem muitas atrações/apresentações super interessantes.

Desfile de Natal em Curitiba. Foto cedida pela minha querida amiga Haydée do blog de viagem Fuxicos de Viagens.
Saiba sobre todas as atividades natalinas em Curitiba.

 

 3] Hospede-se em B&B ou AirBnB

Depois de desistir 2 vezes de visitar Munique, por não conseguir uma hospedagem por preço razoável, conheci o AirBnB e alugamos um ótimo apartamento onde ficamos por 5 dias.
Em outra oportunidade, também, foi o AirBnB que nos possibilitou ficar 7 dias em um apartamento no Marais, em Paris, sem ter que vender 1 rim !!!! Era uma viagem com nosso filho caçula e, assim, cada um teve seu ambiente. 

Temos optado por alugar um imóvel inteiro, o que nos dá maior conforto, privacidade e economia, também, em relação a alimentação já que esses apartamentos possuem cozinha equipada com forno de micro ondas, sanduicheira, liquidificador o que viabiliza preparar até jantar. Nós, geralmente, só fazemos o café da manhã e lanche.

Outra ótima opção é a hospedagem em B&B, também chamado de Guest House, que seria equivalente ao que chamamos de pousada. Já nos hospedamos em alguns de excelente padrão e o preço é sempre bem mais em conta que hotel. Procuro pelo Booking.

4] Hospede-se em uma cidade vizinha

Em 2016, planejando uma viagem à Itália, estava difícil encontrar hotel em Veneza por um preço legal e que, além disso, fosse bonitinho. Na pesquisa sobre bate e volta, descobri que Treviso ficava a meia hora de trem de Veneza, tinha hospedagens bem mais em conta e era uma gracinha de cidade. Reservamos um B&B muito legal em Treviso, em que passamos dois agradáveis dias. Aprendemos que a hospedagem em cidade vizinha pode ser uma ótima e econômica alternativa em viagem.

Terzopiano B&B em Treviso, linda cidade italiana da região do Vêneto, ao lado de Veneza. Fica ao lado do rio Sile e seus canais, pontes, centro histórico, igrejas, moinhos e a muralha são charmosas atrações turísticas. 

5] Compre o café da manhã no supermercado

Adoro conhecer supermercados, tanto das cidades brasileiras quanto os de outros países.  É muito legal descobrir produtos e ou marcas que só são comercializadas em certas regiões.

Antes de viajar, eu monto mapas das cidades e sempre identifico supermercados próximos ao lugar onde ficaremos hospedados.  Por isso, não me aperto quando o hotel não inclui o café da manhã no valor da diária, compro vários itens e preparo nosso próprio café da manhã. Tem hotéis que cobram à parte um preço bem salgado pelo café da manhã e com igual valor conseguimos ir ao supermercado e comprar itens para vários cafés da manhã.

6]  Compre chocolate em supermercado

Outra boa economia que sempre faço em viagem é comprar chocolates em supermercados ao invés do duty free. Sou chocólatra e chocolate é uma das primeiras coisas que procuro no supermercado. Compro chocolate para consumo durante a viagem e para trazer de presente.
Um excelente lugar para comprar chocolate em várias cidades da Alemanha é a Galeria Kaufhof. Vá ao subsolo pois geralmente é lá que esse tesouro se encontra. Dica de especialista !!!

Galeria Kaufhof em Dusseldorf na Alemanha.

7] Faça um almojanta

Quando viajamos, temos o costume de fazer uma refeição que chamamos de "almojanta" pois vale pelo almoço e jantar. De noite fazemos um lanche ou comemos uma sobremesa e, se estivermos em um lugar frio, tomamos um chocolate quente. Essa opção se dá por 2 motivos : custo e tempo.

8] Procure pelo "prato executivo"/menu do dia.

É legal já levar uma lista do tipo "onde comer" e a nossa consta até do mapa de viagem.
Quase todos os restaurantes, até mesmo alguns mais requintados, oferecem o menu executivo em um horário que se estende até, mais ou menos, 17h. Esse menu é composto por alguns pratos estabelecidos previamente e têm um preço menor. Vale perguntar porque nem sempre os garçons falam dele e a economia é boa.
Comer em feira e mercado de rua, geralmente, tem um bom custo benefício.
Preste atenção nesses nomes :o Vapiano, na Alemanha, e o Brioche Dorée, na França, são "uma mão na roda "para viajantes econômicos.

Vapiano em Colônia na Alemanha. Essa rede também existe em algumas cidades de outros países. Ambiente bonito e comida bem gostosa por um preço justo. 

9] Conheça a cidade caminhando e de transporte público

Adoramos caminhar e acreditamos que explorando a cidade dessa forma, além de fazermos uma certa economia, ainda descobrimos muitos recantos, ruelas, lojinhas, praças, feiras... Enfim, a cidade no seu dia a dia. Em nossas viagens, fazemos todos os passeios à pé.
Só usamos transporte público para deslocamento do aeroporto para o centro da cidade. Geralmente, mando email para o hotel, para o proprietário do apartamento ou do B&B e pergunto como ir da estação de trem para a hospedagem usando transporte público. Sempre que dá para ir caminhando, é assim que fazemos.

Essas são as nossas dicas para economizar em viagem, são coisas que temos feito antes e durante e que tem funcionado muito pra gente. Cada um pode construir suas próprias estratégias para viajar de forma econômica e aproveitar ao máximo. E você, como economiza em viagem ?

Veja o que dizem os outros blogueiros que estão participando da Blogagem Coletiva "Como economizar em viagens" #economizaremviagem.


.
FOTOS : LILIAN AZEVEDO
  1. Muito boa essa dica das hospedagens. Quando estive em Paris com meu ex namorado, fizemos as contas e vimos que ficava mais barato um Airbnb só pra nós dois que um hotel! Pagamos um preço de hostel para ter um lugarzinho particular hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcela
      em algumas cidades caras e muito desejadas por todos nós que adoramos viajar esse AirBnB é a nossa salvação,né ? Que legal já ter experimentado tb. beijocas

      Excluir
  2. Me identifiquei com tudo.kkk Também costumamos fazer uma almojanta como vcs.
    Só não experimentei o Airbnb ainda. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Cecilia
      quando tiver uma oportunidade experimente o AirBnb. Na verdade eu pesquiso sempre pelo Booking e pelo AirBnB e avalio o custo/benefício. Beijocas

      Excluir
  3. Viajar tem um preço sim, mas essas dicas fazem a diferença! Porque viajar mais barato = viajar muito mais! Eu venho transformando todos os gastos da vida em milhas, e todo ano consigo pelo menos uma viagem com as milhas! Vem compensando muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Klécia
      Também ando assim pagando tudinho com cartão de crédito pra transformar em milhas e tenho conseguido trocar pena que tem aumentado um pouco a quantidade para os EUA e Europa.

      Excluir
  4. Lendo seu post, parecia que estava me vendo tentando organizar viagens mais econômicas. Várias dicas aqui eu já testei e aprovei, outras ainda preciso testar, mas tenho certeza de que irão funcionar, afinal você é uma viajante bastante experiente, confio de olhos fechados. Grande beijo, amei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Gi
      a gente se vira nos 30 pra economizar,né ? Bom saber o que outros viajantes como nós faz e tem sempre uma nova dica ou só reforça que estamos no caminho certo.

      Excluir
  5. Adorei a dica da cidade vizinha! As vezes deixamos de viver uma experiência local somente pela teimosia de pagar um absurdo em uma cidade mega-turística. Ótimo post, parabéns :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Patti depois que descobri isso quando as hospedagens estão muito caras sempre vejo o que tem por perto para avaliar se vale a pena. às vezes dá certo,né ? beijocas

      Excluir
  6. Eu também adoro mercado, chocolate e vinho são os meus ítens favoritos. Sobre as milhas, uma opção que encontrei é trocar por hospedagem quando as passagens não valem a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andrea
      Nunca tentei trocar milha por hospedagem mas gostei muito dessa opção.Tudo que for em prol de mais vuagens é bom a gente saber. Beijocas

      Excluir
  7. Muito boa as dicas! Eu utilizo quase todas elas sempre haha! Andar a pé e transporte publico são meus favoritos, até prefiro.
    Otimas dicas

    ResponderExcluir
  8. Viajo de forma parecida também. Dicas excelentes!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search