29 março 2019

6 INCRÍVEIS IGREJAS E SUAS HISTÓRIAS

6 INCRÍVEIS IGREJAS E SUAS HISTÓRIAS

Catedral de Brasília, Basílica de San Vitale, Mesquita de Córdoba, Catedral de Colônia, Catedral de Rouen, Igreja de Matias.
Da esquerda pra direita : Catedral de Brasília, Basílica de San Vitale, Catedral de Córdoba,
Catedral de Colônia, Catedral de Rouen, Igreja de Matias.
Foto da Catedral de Brasília e da Catedral de Colônia são do site www.pixabay.com e as demais são de acervo próprio. 
Falar de igrejas maravilhosas é um grande desafio pois esse conceito "maravilhoso" é muito relativo, já que pode incluir as mais variadas impressões pessoais. Em alguns dicionários encontramos a definição de "maravilhoso" como: "o que não pode ser explicado racionalmente; que foge da lógica".

Vou falar de 6 lugares que me impactaram e surpreenderam, mas não estabeleci comparações entre as igrejas que escolhi pois acho que cada uma tem seus próprios encantos.

Visitar igrejas e outros templos religiosos é algo que sempre faz parte dos meus roteiros de viagem. Já tive a oportunidade de visitar algumas igrejas lindas e é sempre um momento único de agradecer, admirar a arquitetura e seus detalhes e conhecer um pouco do contexto histórico, político e social em que elas foram construídas.

6 Incríveis Igrejas e suas histórias.

# Catedral de Brasília-Brasília-Brasil
Quando conheci Brasília e passei pela frente da catedral. Confesso que não me entusiasmei e pensei "poxa, essa é a catedral da capital do país ? Mas, não se deixe levar pela primeira impressão pois o que se vê, do lado de fora, não dá pistas do que se verá por dentro. 
Com uma arquitetura no estilo modernista e elementos característicos do arquiteto que a concebeu, a catedral tem dezesseis colunas curvas, em concreto, dispostas de forma circular, como se fossem a base de uma grande cabana. O espelho d'água em torno da Catedral dá a impressão de que ela flutua e contribui para refrescar o ambiente. 

Catedral de Brasília, Brasil.
Dizem que Niemayer, ao desenhar a Catedral de Brasília, se inspirou na coroa de Cristo e, também, que parece mãos unidas em oração. 
Uma pequena rampa estreita e com pouca iluminação leva ao subsolo onde fica a entrada da Catedral. Então, o que se vê do lado de fora é somente o seu topo. Na Catedral, as paredes/teto são vitrais coloridos, através dos quais ela recebe luz. O contraste da pouca luz no corredor de acesso e a grande luminosidade no interior da catedral é impactante e causa um efeito muito bonito. A incidência da luz e as cores variam conforme a hora do dia e o tempo. Estátuas de anjos presos ao teto, por cabos de aço, dão a impressão de flutuar no espaço. É uma imagem linda !

Catedral de Brasília, Brasil.
 A Catedral de Brasília tem vitrais de Marianne Peretti, pinturas de Di Cavalcanti e azulejos de Athos Bulcão.

A Catedral de Brasília ou Catedral Matropolitana Nossa Senhora Aparecida teve sua construção concluída em 1970, embora a pedra fundamental tenha sido lançada em 1958. Com projeto estrutural de Joaquim Cardozo e concepção/projeto do brilhante arquiteto Oscar Niemeyer, a Catedral suscita diferentes imagens, às vezes, até lembra uma nave espacial. Sem sombra de dúvida ela surpreende !
Esplanada dos Ministérios.
Funcionamento : todos os dias de 8:00 às 17:00
Entrada gratuita.

# Basílica de San Vitale-Ravenna- Itália.
Apaixonados que somos por mosaicos, incluímos Ravenna em nosso roteiro na Itália assim que vimos, pela primeira vez, uma foto do interior dessa Basílica, como essa abaixo.

Basílica de San Vitale em Ravenna, Itália.
Basílica de San Vitale, Ravenna,Itália.
Mesmo assim, no momento em que entramos, ficamos hipnotizados pelos afrescos e mosaicos.

Afresco na cúpula central da Basílica de San Vitale, Ravenna, Itália.
Afresco na cúpula central da Basílica de San Vitale, Ravenna,Itália.

A Basílica de San Vitale é um dos tesouros da cidade de Ravenna, na região da Emília Romana, na Itália.

Basílica de San Vitale, Ravenna, Itália.
Basílica de San Vitale, Ravenna, Itália.
Não dá para falar da Basílica San Vitale sem falar da cidade. Visitar  Ravenna, é dar um mergulho na história e na arte. A cidade foi simplesmente a terceira e última capital do Império Romano [402-476] no Ocidente. Foi, também, capital do "Império Bizantino" [533- 751] em território italiano. Abrigava um importante e estratégico porto da Roma Antiga. Conhecida pelos seus maravilhosos mosaicos bizantinos, Ravenna tem 8 monumentos declarados Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Basílica de San Vitale em Ravenna, Itália.
A Basílica de San Vitale é um dos Patrimônios da Humanidade pela Unesco, e é o monumento mais famoso da cidade. Cúpula em mosaicos na Basílica de San Vitale, Ravenna, Itália.
San Vitale começou a ser construída em 526 d.C. no reinado de Teodorico e terminou na época do governo bizantino. Tem um formato octogonal, uma cúpula central e várias pequenas semi-cúpulas em diferentes alturas e que se dispõem em torno da principal, elementos romanos e bizantinos. Seus mosaicos, que revestem boa parte de seu interior, mostram trechos bíblicos e estão em excelente estado de conservação. É a única grande igreja do tempo do imperador Justiniano ainda existente e intacta.

Mosaico do Imperador Justiniano na Basílica de San Vitale,Ravenna.
Mosaico do Imperador Justiniano e sua corte , Basílica de San Vitale, Ravenna.
Endereço : Via San Vitale 17, Ravenna.
Horário : De 9:00 às 19:00 [de março a outubro] de 10:00 às 17:00 [de novembro a fevereiro]
O ingresso é vendido na bilheteria.

# Catedral de Córdoba- Córdoba-Espanha

Foi uma grande emoção entrar na Grande Mesquita-Catedral de Córdoba, monumento ímpar pois é uma mistura de mesquita e catedral. Funciona como uma igreja católica, mas guarda muitos elementos de mesquita. Imagina estar diante de 900 colunas e arcos de jaspe, granito e mármore branco e vermelho!

Catedral de Córdoba,Córdoba, Espanha.
Catedral de Córdoba, Espanha. 
Catedral-Mesquita de Córdoba, Espanha.
Cúpula da Catedral de Córdoba ornamentada com mosaicos e um trabalho tão delicado, que parece uma renda branca. 

Ao mesmo tempo, apreciar capelas em estilo gótico e altares em madeira ricamente trabalhados. Há uma mistura de estilos e a capela gótica e os detalhes árabes convivem.

Capela gótica na Catedral de Córdoba, Espanha.
Catedral-Mesquita de Córdoba.
A Catedral de Córdoba é um importante e fantástico legado que a ocupação muçulmana deixou em Córdoba, cidade que foi, na época, a capital do Al-Andaluz, nome dado à Península Ibérica, sob o domínio mouro. A Mesquita foi edificada onde existia, anteriormente, a Igreja de São Vicente. Em 786, no governo do Emir Abderraman I, teve início a construção da mesquita e, nos governos de seus sucessores, outras partes foram acrescidas, totalizando 3 ampliações. Chegou a ser considerada a mais importante do Islã Ocidental. Quando Córdoba foi reconquistada pelos espanhóis, boa parte da mesquita foi poupada da demolição e, após uma certa adaptação, foi consagrada como catedral. Está entre as mesquitas mais espetaculares do mundo. A Mesquita-Catedral foi tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Catedral de Córdoba, Espanha.


Quase 1 milhão de pessoas a visitam por ano. A torre, onde fica o antigo minarete, pode ser visitada e de lá se tem uma bela vista da cidade. Muito lindo, também, o pátio interno com seus laranjais.

Pátio dos Naranjos, Catedral de Córdoba, Espanha.


Funcionamento : Mesquita-Catedral   Calle Cardenal Herrero 1.
Aberta de segunda a sábado, de 10:00 às 18:00, e domingo, de 8:30 às 10:30 e de 14:00 às 18:00. Ingressos na bilheteria local ou pelo site oficial .

# Catedral de Colônia -Colônia-Alemanha
Conhecer a Catedral de Colônia era um sonho do meu marido e, quando visitamos a Bélgica, demos um jeito de esticar até a Alemanha e encaixar uns dias na cidade. Chegamos de trem e, ao sairmos da estação, lá estava ela imensa a nos ofuscar.

Catedral de Colônia, Alemanha.
Localizada às margens do rio Reno, a Catedral de Colônia é um dos pontos turísticos mais visitados da Alemanha. 
É impossível enquadrá-la em uma foto com equipamentos amadores pois ela é muito alta. Na verdade, a quinta igreja mais alta do mundo. Como pode ser vista de várias partes da cidade, conseguimos fotografá-la depois de atravessarmos a ponte e conseguirmos um bom ângulo do outro lado do rio, mas essa é a vista da parte de trás.

Catedral de Colônia, Alemanha.
Catedral de Colônia na cidade alemã de Colônia.
Em seu interior, olhar para cima causa dor no pescoço devido a profundidade de seu teto. É possível pagar para subir ao topo.

Catedral de Colônia, Alemanha.

A Catedral de Colônia é uma igreja católica em estilo gótico. Sua construção teve início em 1248 e conclusão em 1880. Ou seja, durou 632 anos pois teve interrupções. Entre 1794 e 1800, chegou a ser usada para fins não religiosos. Foi construída onde, anteriormente, existia um templo romano.
Apesar de danificada, resistiu bravamente aos vários bombardeios na Segunda Guerra Mundial.
É o símbolo da cidade de Colônia na Alemanha e o lugar mais visitado no país. Foi declarada, em 1996, Patrimônio da Humanidade pela Unesco.


Catedral de Colônia,Alemanha.
Nessa arca de ouro e pedras preciosas estão os supostos restos mortais dos Três Reis Magos e, por isso, a catedral se tornou um lugar de peregrinação.

A Catedral fica ao lado da estação de trem.
Horário : de 6:00 às 19:30 [de novembro a abril] e de 6:00 às 21:00 [ de maio a outubro]
Ingresso na bilheteria dentro da igreja para visitar o tesouro, mas a visita comum é gratuita.

# Catedral de Rouen-Rouen-França 
Organizamos um bate e volta Paris/Rouen para conhecer Rouen, em especial, a Catedral de Notre Dame de Rouen, pintada por Monet em uma obra chamada "pinturas em série". Conhecer ao vivo e à cores essa que foi a modelo de Monet motivou fortemente nossa visita à cidade.

Catedral de Rouen, França.
Catedral de Rouen, França.
Monet fez 30 pinturas da fachada da catedral em diferentes estações do ano, em diferentes momentos do dia e de diferentes ângulos. Essa série - Catedral de Rouen - é mais uma de suas famosas obras da fase Impressionista.

De longe se vê parte de suas torres que lhe conferiram, por pequeno tempo, o título de edifício mais alto do mundo. Suas torres foram construídas em épocas diferentes e são assimétricas. A torre da esquerda se chama Tour Saint Romain, parte inicial da construção. A Tour de Béurre é a da direita e recebeu esse nome pois o dinheiro usado na sua construção veio de indulgências daqueles que não abriam mão de comer manteiga no período da Quaresma.

Catedral de Rouen, França.
Torre Saint Roamin e Torre Beurre da Catedral de Rouen, França.
A Catedral de Rouen é uma igreja católica em estilo gótico que teve o início de sua construção, em 1145, em substituição a uma antiga igreja em estilo românico. Antigamente, era muito comum demolir um templo religioso e construir outro no lugar como que demarcando território dos novos conquistadores. Ao longo de anos e anos, obras de menor porte foram realizadas na Catedral acrescentando torre, portais ou reconstruindo partes destruídas em incêndios e bombardeios.
A Catedral abriga os túmulos de Ricardo Coração de Leão e dos Duques da Normandia.

Endereço : 3, Rue Saint Romain
Visita gratuita.

# Igreja de Matias-Budapeste-Hungria
Na colina do Castelo, no lado Buda, a igreja de Matias, com seu telhado multicolorido, chama a atenção e consta de quase todas as fotos daqueles que visitam Budapeste.

Igreja de Matias, Budapeste.
O telhado foi reconstruído e é um verdadeiro mosaico em diferentes cores e com algumas gárgulas.
É linda por fora e belíssima por dentro. Suas paredes e tetos têm afrescos com folhas de ouro. Ela é toda pintada em tons ocre e dourado. O altar é em estilo gótico, assim como alguns outros elementos, mas detalhes barrocos, também, foram preservados.

Igreja de Matias.


Sua construção foi entre os séculos XIII e XV no local onde, anteriormente, havia outra igreja. No século XVI os turcos ocuparam a Hungria e essa igreja foi transformada em uma mesquita. Quando foi retomada, os franciscanos a reconstruíram em estilo barroco, porém, depois disso, passou por outros danos e por nova reconstrução no estilo neogótico. Durante a Segunda Guerra Mundial foi tão danificada que chegou-se a pensar em sua demolição.

Igreja Matias, Budapeste.


Igreja de Matias é a igreja católica mais famosa de Budapeste. Seu nome não é em homenagem a nenhum santo. Ela é em homenagem à Nossa Senhora, contudo é mais conhecida como Igreja de Matias porque o Rei Matias, muito querido pelo povo, casou-se e, também, foi coroado aí. A igreja passou a ser usada para coroação de outros reis também, entre elas a de Carlos IV, o último monarca dos Habsburgo.

Endereço : Szentháromság tér 2.
Funcionamento : de segunda a sexta de 9:00 às 17:00, sábado de 9:00 às 13:00 e domingo de 13:00 às 17:00. Ingresso é pago e a venda é feita em uma bilheteria do lado de fora da igreja.

                                               FOTOS : J.C. ALVAREZ

E aí, gostaram de conhecer as 6 igrejas incríveis e suas histórias ?
Tem mais, olha quanto blog legal participando da Blogagem Coletiva  Templos Maravilhosos #templosmaravilhosos. 

Blogagem Coletiva Templos Maravilhosos    #templosmaravilhosos


Destinos por onde andei.
Igreja São José em Belo Horizonte.

. Ligado em Viagem
5 Igrejas com fachadas de azulejos azuis na cidade de Porto em Portugal.

. Itinerário de Viagem
Templos Religiosos que nos surpreenderam.

. A Casa na Mala
A majestosa catedral gótica da Antuérpia e as obras do mestre barroco Rubens.

. 3 Gerações e 1 Mala
5 Igrejas para se encantar na Europa.

. Uma Viagem Diferente
Igrejas em Roma para se colocar no roteiro.

. Let's Fly Away
Visite as torres da Notre Dame de Paris e se encante

. Fui Ser Viajante
Saint Chapelle, a igreja mais impressionante de Paris.

. Viaje na Web
Toshogu Shrine em Nikko : O templo mais bonito que conheci no Japão.

. Qualquer viagem. Eu vou ! 
Catedral da Sé em São Paulo

. Viajante Comum
IGREJAS DE BRASÍLIA : 3 templos lindíssimos que você tem que conhecer !

. Mulher Casada Viaja
Curitiba : quando mulheres visitam uma mesquita.

. Embarque40Mais
Na Igreja Madre de Deus-Lisboa tudo que reluz é ouro.



                                                    

  1. Quanta beleza e quanta história! Todas maravilhosas mesmo. Eu também sou apaixonada por mosaicos e cores e fiquei encantada com as imagens da Basílica de San Vitale. E quem a olha por fora não imagina que será tão bela e colorida por dentro, não?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edileia
      Nós só fomos até lá porque vimos como ela era por dentro. Realmente se passasse na porta não iria pois por fora é sem graça, né ?
      beijocas e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  2. Dessa sua lista só conheço a Catedral de Brasilia, e ela é realmente muito linda! As outras que você citou aqui fiquei com muita vontade de conhecer, cada uma com um detalhe e um estilo diferente. Bem legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego
      Eu amei a de Brasília, é impactante o momento da entrada. Tomara que isso possa inspirar outras viagens suas. Beijocas e obrigada

      Excluir
  3. Caraca! Que lista de encher os olhos! De todas, conheço a Igreja de Matias-Budapeste-Hungria e a Catedral de Rouen-Rouen-França, são incríveis mesmo, merecem estar na lista! A que eu babei de vontade de ir é a de Ravenna... o que é isso? Espetáculo! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Estela
      quando puder visite Ravenna pois outros monumentos tb são belíssimos com seus mosaicos.
      beijocas

      Excluir
  4. Essa Cordoba é moderna, achei fantástico o fato de eles possuírem influências muçulmanas na arquitetura apesar de ser uma igreja católica. No fundo todas as religiões tem o mesmo propósito deveriam mesmo interagir e se ajudar também em outros aspectos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda
      com certeza teríamos um mundo melhor se as religiões estivessem em torno do bem comum.
      beijos

      Excluir
  5. Amei o post! Ótima seleção de lugares. Adorei conhecer a Basílica de Ravenna, impressionada com sua beleza!!!! os detalhes de sua história também são muito interessantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lulu. Lendo os posts aprendemos tantas coisas, né ? beijocas

      Excluir
  6. Que bela seleção de igrejas, Lilian! Como você disse, impossível compará-las, mas confesso que a de Ravenna me fez ir até o google maps pra ver se daria de alguma forma esticar até lá no meu próximo roteiro na Itália. Não dá, vou ter que voltar uma outra vez um dia, sempre assim, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcia lendo os posts vamos nos inspirando pra vários roteiros,né ? Bom motivo pra fazer outro roteiro pela Itália. beijocas

      Excluir
  7. Que seleção maravilhosa!
    Só conheci a Igreja de Matias, em Budapeste, mas do lado de fora, porque estava fechada, infelizmente.
    Adoro conhecer templos nos destinos que visito, pelo visto você também, não é?
    Dicas anotadas, amei suas sugestões.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Gi
      adoramos viajar e tudo que está incluído no pacote, né ? Que bom você gostou das dicas !
      beijocas

      Excluir
  8. Cada uma mais linda que a outra, não conheço nenhuma e fiquei encantada por elas e suas histórias. Mas confesso que a mesquita-catedral despertou a minha curiosidade. Muito legal o post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andrea
      Cada um se encanta com uma, parece que tem algo que desperta um sentimento na gente e ai e paixao. Beijocas

      Excluir
  9. Como a cultura muda através dos tempos e dos povos. Os templos mostram muito isso, né! Ótimas dicas, sua lista ficou bem legal :D

    ResponderExcluir
  10. Que seleção maravilhosa! :-o A catedral de colonia é realmente maravilhosa e que lugar lindo em Córdoba, adorei!

    ResponderExcluir
  11. Michele da Costa8 de abril de 2019 19:31

    Nossa, uma mais linda e interessante que a outra, Lilian! Pelas fotos, o exterior da Catedral de Rouen me pareceu o mais incrível, com tantos detalhes. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search