GRAMADO IV "O QUE FAZER?"

 * Lago Negro

O Lago Negro, um dos cartões postais de Gramado, é um lago artificial e foi construído por Leopoldo Rosenfeld. A área, em torno do lago, é toda plantada com pinheiros, cujas mudas foram trazidas da Europa. Ciprestes, azaleias e hortênsias complementam a beleza desse espaço.

Os pedalinhos, em forma de cisne, enfeitam o lago e circulam pra lá e pra cá  com casais de namorados ou famílias. Uma forma legal de conhecer o local é caminhar pelas trilhas que circundam o lago.









O Lago Negro fica um pouco afastado do centro. O passeio até lá pode ser feito de "jardineira" ou de carro.
Ir à pé é, também, um ótimo programa, pois o bairro, onde se localiza o Lago Negro, é muito bonito, com ruas arborizadas e casas. No caminho, podemos encontrar lindas casas, hotéis e restaurantes. 


* Parque de Lavanda Le Jardin 

Fomos conhecer esse parque maravilhoso por indicação do blog Matraqueando, da jornalista Silvia Oliveira. Na cidade ainda não é feita a indicação que o parque merece.
Em um imenso terreno está o primeiro parque de lavanda do Brasil, onde estão plantadas 10 mil mudas desta flor. Como nossa visita ocorreu em Novembro, vimos tudo florido em diferentes tons de lilás. 
Fomos recepcionados por uma funcionária que nos levou para uma mini visita guiada, onde ela nos apresentou três tipos de lavanda e seus aromas. Deu algumas informações básicas e nos deixou bastante à vontade para explorarmos o espaço no nosso ritmo.












O jardim é muito bonito e a grama, que parece um tapete verde, é enfeitada por outros recantos floridos.









Nessa casa, que se vê na primeira foto acima, tem uma lojinha, com vários produtos relacionados ao tema "lavanda", e um café.





O Le Jardin está localizado na estrada RS 115, no KM 37. Fica afastado do centro, e nós pegamos um táxi para chegar lá.

* A Casa do Colono não é um ponto turístico. Mas, deve ser visitada, pois é um armazém onde os agricultores comercializam seus produtos: geleias, linguiça, mel, biscoitos, suco de uva, vinho caseiro, cucas e pães. Deixam qualquer um com água na boca.





A casa do colono fica ao lado da rodoviária.


FOTOS: J.C.ALVAREZ


Leia Também:

Porto Alegre

Nenhum comentário