AGROTURISMO EM GRAMADO

Em 2005, conhecemos os roteiros de agroturismo [Tour do vale, Quatrilho e Raízes Coloniais] realizados em regiões no entorno de Gramado. É uma visita bem interessante à propriedades rurais de descendentes de italianos e alemães. Eles recebem os visitantes vestidos à caráter; falam sobre a história da família; mostram objetos usados na agricultura, na época de seus avós [imigrantes]; e, depois, oferecem para degustação alguns de seus produtos, que também podem ser comprados.

O grande charme do passeio é o ônibus, que no Rio de Janeiro - na minha época de criança - era chamado de "lotação". Eles deram, a esse "lotação", o nome de "Princesinha". E, segundo o folder da empresa, é um Chevrolet Apache 1958.

A "Princesinha" fica estacionada próxima ao stand de venda do passeio, quase em frente à Casa do Colono. Os tickets podem ser comprados na véspera do passeio. 





Geralmente, na Princesinha segue, com o grupo, um senhor que toca acordeon e canta músicas feitas, na hora, com o nome dos visitantes. Uma brincadeira gostosa, que ajuda todos a se conhecerem.

Recepção na casa da família alemã


Em nossa última estada em Gramado, repetimos o passeio Tour do Vale, e adoramos. Uma nova propriedade foi incluída, o Ecoparque Sperry.









Em uma área de 20 hectares, no vale do Quilombo, o Ecoparque Sperry conta com equipe de profissionais, que desenvolve um trabalho cujo foco é  "conhecer para preservar".
  
"Os visitantes podem percorrer sozinhos as trilhas na Mata Atlântica, pois elas são "auto-interpretativas". Isto é, bem sinalizadas para auxiliar as pessoas na interpretação da natureza."
[trecho extraído do site do parque www.ecoparquesperry.com.br

No dia de nossa visita, fomos recebidos por um biólogo da família Sperry, que nos levou para conhecer um pouquinho desse espaço tão bem cuidado e apreciar, de um mirante, a cachoeira do Trombão. No parque existem outras trilhas e cachoeiras, assim como rios .

Dentro do parque, a família Sperry também montou um restaurante de comida brasileira, o "Bêrga Mótta". Os imensos janelões oferecem uma vista deslumbrante da mata ao redor.





FOTOS: J.C.ALVAREZ

Nenhum comentário