08 janeiro 2018

BUDAPESTE, LUGARES QUE VOCÊ VAI ADORAR CONHECER NA CIDADE

BUDAPESTE, LUGARES QUE VOCÊ VAI ADORAR CONHECER NA CIDADE


Parlamento de Budapeste

Banhada pelo rio Danúbio, que não é azul, mas confere um enorme charme à cidade, Budapeste, foi uma ótima surpresa na viagem que fizemos por algumas cidades da Europa Central  : Berlim, Praga, Viena e Budapeste.
A capital da Hungria é uma cidade belíssima e conquista tantos turistas que está entre as 10 cidades mais visitadas da Europa.
Visitar Budapeste em dois dias é tarefa bastante difícil pois, além de ter pontos turísticos imperdíveis, é gostoso caminhar pela cidade sem roteiro definido e apreciar a arquitetura fantástica dos prédios, as pontes majestosas e o rio. Passear à noite é um programa imperdível pois os monumentos iluminados ganham uma beleza diferente.

Esse foi o nosso roteiro de 2 dias em Budapeste: um dia visitamos as atrações turísticas de Peste e no outro as de Buda, embora tenhamos atravessado as pontes para passear de um lado e de outro. 

Lugares que você vai adorar conhecer em Peste :

1] Avenida Andrássy e Teatro da Ópera
A Avenida Andrássy é uma ampla avenida que une a Erzsébet tér [ Praça Isabel] ao Varósliget [Parque da Cidade ], onde fica a Praça dos Heróis ou Hösók Tere. Andrássy é considerada a Champs Élysées de Budapeste e foi incluída como Patrimônio Mundial da Unesco. Passear por essa avenida possibilita apreciar belos prédios, casas e lojas de grife.
Nessa avenida está a Ópera Estatal Húngara, inaugurada em 1884 pelo imperador da Áustria, Franz Joseph, que também financiou a construção. Esse belo prédio, em estilo neo renascentista, é ornamentado em sua fachada com estátuas de compositores famosos. É considerado um teatro importante por causa de sua maravilhosa acústica. Recebe musicais, óperas, ballet e concertos de música clássica.
Para conhecer a ópera é possível fazer uma visita guiada todos os dias de 15h às 16h ou assistir a um espetáculo.
Para mais informações, acesse o site da Ópera Estatal Húngara.
Avenida Andrássy é uma atração gratuita mas a visita guiada à Ópera é paga. Fica em Peste.


Ópera de Budapeste

2] Basílica de São Estevão
Essa Basílica chama atenção pela sua imponência. É a maior basílica da Hungria e comporta 8.500 pessoas. Seu nome é uma homenagem ao rei Estevão I, primeiro rei da Hungria e fundador da igreja da Hungria. É possível ir até a torre e de lá ter uma bela vista da cidade.
Atração gratuita. Fica em Peste.

Basílica de São Estevão

3] Parlamento Húngaro
É o segundo maior Parlamento na Europa, foi construído como uma forma de celebrar os mil anos do país. No Parlamento é onde se reúne a Assembleia Nacional da Hungria.
Ponto turístico mais visitado da capital húngara, esse belíssimo prédio, às margens do rio Danúbio, é lindo por fora e por dentro, em qualquer hora do dia ou da noite, visto de qualquer lugar.
O prédio é uma construção em estilo neogótico cheio de detalhes e estátuas de monarcas e comandantes militares enfeitam a fachada. Por dentro é também belíssimo e luxuoso : colunas em granito, escadas e pisos em mármore, vitrais coloridos, pinturas fantásticas nos tetos e paredes e detalhes em ouro.
O passeio guiado é feito em diferentes idiomas e é a única forma de visitar o Parlamento. É indicado que a compra seja feita com antecedência pela internet, principalmente para garantir sua vaga em um grupo com a guia falando o idioma que você possa entender. São oferecidos tours em inglês, espanhol, francês, russo, italiano, alemão, húngaro, hebraico [com áudio guide]
Para mais informações clique aqui. Se ficar em dúvida, entre no Blog de viagem blog sundaycooks que eles ensinam o passo a passo.

Parlamento de Budapeste

Atração paga : visita guiada. Fica em Peste.

4] Memorial "Sapatos às Margens do Danúbio" "Shoes on the Danube Bank"
Esse monumento singelo mas profundamente tocante: esculturas em bronze de sapatos masculinos, femininos e infantis. É uma homenagem à memória dos judeus que foram obrigados a tirar os sapatos/roupas antes de serem executados à tiros e jogados no rio Danúbio.
Esse Memorial foi inaugurado em 2005 e foi criado pelo escultor Gyula Pauer e pelo diretor de cinema, Can Togay.
Atração gratuita. Fica em Peste.
Memorial Sapatos no Danúbio

5] Grande Sinagoga/ Dohány Street Synagogue
É a maior sinagoga da Europa e a segunda maior do mundo. Foi construída entre 1854  e 1859, em estilo mourisco com traços bizantinos e góticos. Durante a Segunda Guerra Mundial foi construído um gueto em torno da Sinagoga. A Grande Sinagoga sofreu muitos bombardeios nesse período.
Para ter acesso à visitação é necessário comprar ingresso que, também, dá direito ao Museu Judeu, ao cemitério e ao Monumento do Holocausto.


Em seu jardim lateral está a Árvore da Vida, uma escultura em metal onde cada folha tem o nome de um judeu assassinado na Segunda Guerra Mundial. Infelizmente, ao todo, morreram 600 mil judeus húgaros.


Atração paga. Fica em Peste

6] Mercado Central de Budapeste.
Em frente à Ponte da Liberdade está localizado o maior mercado de Budapeste. Construído no final do século XIX, é um ponto turístico que atrai muitos visitantes e um lugar onde os locais fazem compras. Um belo prédio de 3 andares com estrutura em ferro onde tanto é possível encontrar frutas,verduras, condimentos, carnes, vinhos quanto cafeterias, comidas típicas quanto souvenirs.
Atração gratuita. Fica em Peste

7] Atravessar as Pontes Szabadság e Széchenyi Lánchíd 

 Buda fica de um lado e Peste fica do outro e 10 pontes cruzam o rio Danúbio ligando as duas partes da cidade.
# Ponte Széchenyi ou Ponte das Correntes é uma das mais famosas de Budapeste. É uma ponte pensil e sua obra foi concluída em 1849, tornando-se a primeira ponte permanente sobre o Danúbio a ligar os dois lados da cidade. À noite ganha uma iluminação que a torna muito atraente. Em cada uma das pontas, 2 leões em pedra parecem tomar conta da Ponte e dar as boas vindas aos pedestres.

# Ponte Szabadság ou Ponte da Liberdade foi construída entre 1894 e 1896 e inaugurada pelo Imperador Franz Joseph. Em cada um de seus pilares mais altos está uma estátua em bronze do pássaro turul, um tipo de falcão, símbolo de poder, força e nobreza. Foi completamente destruída na Segunda Guerra, mas reconstruída em 1946.
Atração gratuita.
Ponte das Correntes
Ponte da Liberdade

Lugares que você vai adorar conhecer em Buda

1] Termas Gellért
Budapeste é considerada a capital com maior concentração de banhos termais do mundo. É uma herança deixada pela dominação turca. A cidade conta com 125 nascentes que produzem águas termais e por isso é chamada de "Cidade de Spas". Alguns banhos termais são bem famosos e um grande atrativo para turistas.
A Ponte Szabadság, termina quase em frente ao prédio, em estilo art-noveau, que abriga o Hotel Gellért Budapeste e o Gellért Spa, mais conhecido como Termas Gellért.
Construída em 1918 com 10 piscinas, é considerada a mais elegante e tradicional entre as 3 termas existentes na cidade. Foi destruída parcialmente durante a Segunda Guerra e já passou por reconstruções, mas só por volta de 2008 assumiu a aparência atual.

Nós somente tivemos oportunidade de visitar o Termas Gellért, porém, mesmo assim, não tomamos banho, conhecemos apenas o hall. Se o hall já é maravilhoso, fico imaginando como é a parte interna. No teto uma claraboia grande e algumas pequenas, todas em vitral colorido, propiciam iluminação natural. No chão, mosaicos perfeitos formam cenas, como essa dos pássaros. Estátuas sobre pedestais em mármore enfeitam nichos. Uma pena não termos entrado! Teremos que voltar para visitá-la por dentro e desfrutar do spa.
Atração paga [ingressos com preços variados dependendo do que for fazer] Fica em Buda.

2]  Monte Géllert e  Cidadela de Budapeste
O Monte Géllert tem uma subida de acesso em frente à Termas Gellert. É nesse monte que está a Citadella, uma espécie de fortaleza construída pelos Habsburgo, por volta de 1854, como um equipamento de defesa. Os russos ocuparam a Cidadela em diferentes períodos da história da Hungria. Atualmente funciona como um museu militar, onde está uma réplica de um bunker russo, para que as pessoas vejam como era o funcionamento na época.
O Parque do Monte Géllert é muito lindo, com jardins super coloridos, extensas áreas gramadas e uma vista fantástica de Peste.
A Estátua da Liberdade, que se destaca no Monte Géllert, foi construída em 1947 e, na ocasião, era uma homenagem aos russos que apoiaram o povo húngaro. Hoje é dedicada à memória de todos que sacrificaram suas vidas pela independência, pela liberdade e prosperidade da Hungria.
Atração gratuita. Fica em Buda.

3]  Igreja de Pedra/ Sziskalatemplon/Cave Church
Depois de subir um trecho do Mont Gellért, encontramos a Cave Church, uma igreja dentro de uma escavação na pedra. Foi construída em 1926 por monges paulinos após uma peregrinação a Lourdes. Durante a Segunda Guerra Mundial foi usada como hospital e asilo. Por volta de 1951 os monges foram perseguidos e presos pelos comunistas e a Igreja foi fechada, permanecendo assim até 1989. Ao ser reaberta, voltou aos cuidados de monges paulinos.
À frente da igreja está uma estátua de São Estevão em um mirante de onde se vê a Ponte da Liberdade/ Szabadság e parte da cidade.
É possível fazer o passeio com auxílio de áudio guide em espanhol e em outras línguas também.
Atração paga. Fica em Buda.

4]  Bastião dos Pescadores
É um monumento formado por 7 torres, em estilo neo-gótico, que simbolizam as 7 tribos que fundaram a Hungria no ano de 896. Foi construído para comemorar o aniversário de 1000 anos da Hungria. O nome é uma homenagem aos pescadores que defenderam a área.


Atração gratuita. Fica em Buda.

5]  Estátua de Santo Estevão
Estevão I foi o primeiro rei da Hungria e é o padroeiro do país. Essa estátua de Santo Estevão fica bem próxima à Igreja de Matias.



6] Igreja de Matias
A Igreja de Matias é a igreja católica mais famosa de Budapeste. No entanto, por volta de 1541 ela foi transformada em mesquita quando os turcos dominaram a região. O rei Matias casou-se nela por duas vezes, daí o nome em sua homenagem. A Igreja de Matias também foi palco de outros casamentos reais e coroações. Sofreu 3 momentos de destruição, sendo o último na Segunda Guerra Mundial.
Na parte externa tem, como destaque, o telhado colorido revestido de cerâmica de cores fortes.


Seu interior impressiona com o tom dourado que predomina nas pinturas de teto e paredes. Possui, também, belíssimos vitrais. Os túmulos dos reis Bela III e de sua esposa Ana estão nessa igreja.

Atração paga. Fica em Buda.

 7] Bazar do Castelo ou Várkert Bázar
O conjunto de prédios e jardins, conhecido como Castle Bazar, foi construído entre 1875 e 1883 aos pés do Castelo de Buda. Ele acomodava lojas e estúdios de artistas. Foi muito danificado com a Segunda Guerra Mundial, no entanto, antes disso, já passava por um período de deterioração. Em 2014 foi concluído um processo de restauração que preservou a fachada projetada por Miklos Ybl, e trouxe de volta a Budapeste um belíssimo lugar com lojas para venda de produtos típicos da Hungria, espaço para eventos culturais, shows, exposições além de restaurantes e belíssimos jardins. Essas construções, junto com o Castelo de Buda, são Patrimônio Mundial da Unesco.
Atração gratuita. Fica em Buda.

8]  Castelo de Buda
No alto da colina em Buda está o Castelo Real, que é visto de vários pontos da cidade.
O acesso ao Castelo com o bondinho/funicular é muito legal pois, à medida que sobe, possibilita uma linda vista do Danúbio, de parte da cidade, em especial de Peste, e de algumas pontes.
Funicular para o Castelo de Buda
Ao chegar lá em cima é difícil saber o que apreciar primeiro pois tudo desperta o interesse.
O Castelo foi construído no início do século XII e, ao longo de sua história, passou por ampliações, reformas e restaurações. No passado foi residência de reis húngaros e, atualmente, esse complexo de vários prédios, é ocupado por museus e pela Biblioteca Széchenyi. Foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1987.

                       Para descer, a melhor pedida é caminhar e curtir outros ângulos do Castelo.
Atração paga. Fica em Buda.

Ilha Margarida
Quanto mais nos encantávamos com a cidade, mais lugares lindos visitávamos. Em nosso 2º e último dia fomos, ao entardecer, conhecer a Ilha Margarida, uma ilha no meio do Danúbio. A Ilha Margarida é um parque com imensas áreas gramadas, árvores, chafariz, lago e as ruínas do Convento Santa Margarida, onde a Princesa Margarida, filha do rei Béla IV, viveu.

Atração gratuita.

Vale dizer que outros importantes pontos turísticos ficaram de fora do nosso roteiro de dois dias em função do tempo disponível na cidade.
Clique no mapa abaixo, em cima de cada câmera fotográfica, e veja a que ponto turístico se refere.



Fotos J.C. Alvarez

Essa viagem faz parte de um roteiro: Berlim[ 5 dias] , Praga[3 dias], Viena[3 dias] e Budapeste[2 dias]. Fizemos a viagem Rio/Berlim com a TAP e na volta Viena/Lisboa, onde ficamos 3 dias e ,então retornamos ao Rio.


Leia Também

ALEMANHA

Berlim 2017


  1. Sonho em conhecer essas cidades, esse teu post está maravilhoso, com certeza fonte de consulta, quando eu for visitar. Amei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sonhava conhecer Budapeste. Se precisar de outras dicas é só falar. beijocas

      Excluir
  2. Adorei seu roteiro!!! Que cidade linda! Muita coisa pra conhecer mesmo... As suas fotos estão lindas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Budapeste surpreende : linda demais ! Tem muitos lugares legais e como ficamos poucos dias não conseguimos visitar os museus. beijocas

      Excluir
  3. Quando estive em Budapeste não gostei. Achei uma cidade complicada. Mas depois do seu post to vendo que devo voltar. E logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As cidades causam impressões muito diferentes mas acho que se vc der uma outra chance a Budapeste vai te surpreender.

      Excluir
  4. Um foto mais linda que a outra. Parabéns! Budapeste está na minha lista para conhecer. Seu post só me deixou com mais vontade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha o sonho de conhecer Budapeste e fiquei muito feliz em realizá-lo. Você vai gostar também. beijocas

      Excluir
  5. Lilian, já faz um tempo que Budapeste está na minha listinha! Desde que li Budapeste do Chico Buarque, minha vontade só aumenta! Vou guardar seu post com carinho porque amei as atrações! Parabéns pelo post lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Lili. Se precisar de outras dicas é só falar,acho que vcs ficarão surpresos mesmo tendo lido sobre a cidade. beijocas

      Excluir
  6. Lili sua linda, eu VIAJO nos seus posts, sempre excelentes, aliás, vou pra Europa esse ano e estarei estudando alguns posts seus viu? Quero dicas de Berlin e Suica :) Beijos mil e parabéns !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Mel
      Obrigada !!!! Dicas de Berlim eu tenho em posts e anotações. Pode pedir que eu te mando.Suíça eu só fui de Tirano até St.Moritz no trem Bernina Express.beijocas

      Excluir
  7. Nossa quanta historia. Já tinha visto a foto dos sapatos às margens do rio mas não sabia o sifnificado. Que triste...
    Suas fotos estão cada dia mais lindas. Parabéns! Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada,Tati.
      Budapeste é uma cidade que sofreu muito com guerras e disputas mas a Segunda Guerra foi cruel não só com a Hungria mas com muitos países.

      Excluir
  8. Lilian que post maravilhoso, tão encantador.. difícil escolher a atração mais linda, mas sem dúvida o memorial dos sapatos é tocante para quem ver a foto e ler o seu texto, imagino estando ali pessoalmente.. na hora só pensei em pedir a Deus por eles..tudo muito lindo, mas o Jardim está magnifico. Obrigada por me "apresentar" Budapeste ;)

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search