21 janeiro 2018

BUDAPESTE DE TREM

Enquanto planejava essa viagem à Europa Central - Berlim, Praga, Viena e Budapeste -, li algumas  indicações no sentido de começar a viagem por Budapeste pois assim iria aumentando gradativamente o encantamento com as cidades, dando a entender que Budapeste, entre as quatro, seria a menos bela. Contrariando o que tinha lido, ficamos muito apaixonados pela capital da Hungria, que consideramos tão bela quanto as outras cidades visitadas.

Como chegar a cidade :

A cidade é acessível de avião, barco, ônibus, carro e trem. Nós demos preferência ao trem.

# Trem
Nós chegamos a Budapeste, vindo de Viena, na estação de trem  Keleti Pàlyaudvar [Estação de trem Leste]  que é, entre as quatro existentes na cidade, a maior e mais movimentada. Construída entre 1881 e 1884, já passou por reformas e é muito bonita por fora. Internamente conserva um ar meio decadente e diferente de várias estações de trem da Europa.

Foto do site commons.wikimedia.org

Compra pela internet

# Ticket ou voucher  Todas as nossas passagens de trem foram compradas pela internet. No momento da compra, o usuário recebe a informação de que o que ele está imprimindo é apenas um comprovante de compra. É necessário fazer a  troca desse comprovante de compra/voucher pelo ticket.
# Como compramos o trecho Viena/Budapeste pelo site da OBB [companhia de trem da Áustria], a troca foi feita em Viena no guichê da OBB [na estação de trem]. Essa troca é cobrada. Na época, pagamos 1 euro por passagem.
# É fundamental marcar os assentos e essa reserva também tem um custo.  Perguntei se os assentos estavam marcados e, só então, a moça esclareceu que não, perguntando se eu queira reservar. Assim o fiz e paguei 8 euros pelos dois assentos, mas vale para não ter que ficar, a viagem inteira, trocando de lugar.
# Se o seu trajeto partir de Budapeste, o mais barato é ir ao site da companhia de trem da Hungria, Máv-Start para comprar online. Você também vai imprimir um recibo de compra e terá que trocá-lo pelo ticket.
# Atenção, antes de efetivar a compra, para o nome da estação de chegada e estação de partida. 

Translado de chegada

# Apesar do City Gardens ter dado a orientação de como nos deslocarmos - de Keleti até o hotel utilizando o transporte público -, ficamos preocupados com placas num idioma tão diferente e com o dinheiro que ainda não havíamos trocado. Então, decidimos pegar um táxi. Não observei placas em inglês, mas como foi muito rápida a nossa passagem pela estação de trem, posso ter me enganado.
# Alguns motoristas nos abordaram ainda dentro da estação e, apesar de recomendações prévias para contratarmos um transfer, nos sentimos seguros para aceitarmos o táxi. O taxista estabeleceu um preço fixo de 13 euros e avaliamos que valeu a pena.

# Metrô, Tram  e ônibus fazem a ligação entre a Estação de trem Keleti e outros pontos da cidade. Eu sugiro sempre enviar um email para o local de sua hospedagem para saber como se deslocar do seu ponto de chegada até sua hospedagem.

# Existem também vários serviços de transfer com motoristas particulares ou em vans para grupos.

Saindo da cidade :

Muita atenção de qual estação o seu trem irá sair pois Budapeste tem 4 estações e nosso trem partiu, para Viena, da menor e menos conhecida.

Voltamos de trem para Viena e não sei porque nosso trem partiu da estação Kelenföld, meio afastada da cidade e muito maltratada. Ela era pequena, bem velhinha e tudo estava escrito no idioma local.
Levamos um choque ao chegarmos lá e fiquei muito aflita, verificando dez mil vezes se o nome da estação estava certo. Uma sala de espera super simples de onde não víamos o acesso às plataformas. Zero placa em inglês !!!!! Socorro !!!!! Para chegar às plataformas era necessário sair da estação e descer uma escadaria. Em dois tempos chegou um senhor nos perguntando o número do trem, disse a plataforma de onde o trem sairia e se ofereceu para ajudar com as malas em troca de uma gorjeta.

Enfim, tudo funcionou bem e pegamos o trem  certo. O trem Budapeste / Viena estava cheio e com pessoas viajando em pé.

Translado de saída

Pedimos pra recepção do hotel chamar um táxi e ficamos um pouco preocupados com o preço, mas pagamos mais barato do que na chegada. O motorista nos cobrou 10 euros e deu um recibo de uma maquininha, tipo de cartão de crédito. Ele mesmo pediu para ver os tickets e confirmar o nome da estação de trem.

Viajando de trem 

# É sempre importante chegar cedo à estação para verificar em qual plataforma o seu trem irá parar.
Em algumas cidades europeias, nos corredores da estação, é possível encontrar painéis de fundo amarelo com o horário, número do trem, cidades onde o trem irá parar e o desenho do trem, assim você pode ver onde fica o seu vagão. 
# A plataforma, muitas vezes, só é anunciada em cima da hora nos painéis eletrônicos. Fique atento pois quando aparece o número da plataforma é uma correria. Sempre preste atenção ao número do trem e não à cidade destino.
# Saber seu vagão é muito importante e a direção que o trem chegará na plataforma, muitas vezes, ajuda a se posicionar de forma a você ser um dos primeiros a entrar no seu vagão. No desespero, já entrei em qualquer vagão e fui andando por dentro do trem até encontrar o meu.  
# Tenho sempre uma preocupação especial com o lugar para acomodar as malas pois os que ficam próximos à porta de entrada não são muito amplos. Não tendo lugar nesse espaço, só resta colocar no compartimento acima dos bancos, e isso nem sempre é tarefa fácil.
# Em alguns trens encontramos nos assentos o "Ihr Reiseplan", traduzindo "Seu plano de viagem". Nele constam todas as informações necessárias : as cidades, horário de chegada e partida do trem em cada estação, o serviço disponível no trem, o que tem em cada estação [guarda volumes, wifi, posto de informação turística, bicicletário], plataforma etc...


Mesmo com todas essas preocupações, ainda acho o trem a melhor opção para viajar pela Europa. 

Vivemos uma excelente experiência em Budapeste e consideramos a cidade limpa, segura, bem estruturada para o turismo e seu povo simpático e acolhedor, mesmo quando não fala inglês. 
Buda é linda e Peste é maravilhosa, por isso Budapeste é fantástica !



Leia Também

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search