30 maio 2019

O QUE FAZER NA LAPA, RIO DE JANEIRO.

O QUE FAZER NA LAPA, RIO DE JANEIRO.




O que fazer na Lapa ?  Um passeio guiado pela Lapa e arredores vai te dar uma ótima visão do centro histórico do Rio de Janeiro. Quando dizemos que o Rio de Janeiro não é só praia, embora as praias sejam lindas e mereçam ser visitadas, estamos falando sério e queremos dizer com isso que podemos apreciar a Cidade Maravilhosa em suas diferentes facetas. A Lapa , no centro do Rio de Janeiro, tem muita história para contar. Então, vamos lá conhecer um circuito cultural pela Lapa e Praça Tiradentes.

O que fazer na Lapa


A Lapa é conhecida como o reduto da boêmia carioca, mas há muita vida pulsando por lá, durante o dia também. Já a Praça Tiradentes simboliza a efervescência cultural do final do século XIX. Restaurada, a Praça Tiradentes voltou a ser um local que reúne bons programas. Juntas, a Lapa e a Praça Tiradentes, podem ser visitadas em uma manhã ou tarde. No Circuito Lapa Tiradentes, os guias da Liguia [ Liga Independente dos Guias de Turismo/RJ] apresentam aos participantes um pouco do legado histórico e cultural do centro do Rio de Janeiro.

Lapa e Praça Tiradentes : Centro Histórico do Rio de Janeiro

1- CRAB
2-Praça Tiradentes
3-Feira do Lavradio
4- Catedral do Rio
6- Fundição Progresso
7- Arcos da Lapa
8- Escadaria Selarón

1] CRAB-Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro

O passeio tem início na Praça Tiradentes, mais especificamente, no CRAB -Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro - que ocupa um belíssimo conjunto arquitetônico com 3 prédios, entre eles, o Palacete do Visconde do Rio Seco. Este é o mais antigo prédio da Praça Tiradentes, foi construído no século XVIII e mais tarde passou a ser residência do Visconde do Rio Seco.

O CRAB é um centro cultural, um espaço de referência sobre o Artesanato Brasileiro e Arte Popular.  Dispõe de espaço para oficinas, salas de exposição, biblioteca, loja, restaurante, café e sala multiuso.

Acesse o site do CRAB e conheça mais sobre a proposta deles.

CRAB, Centro de Referência Sebrae do Artesanato Brasileiro, na Praça Tiradentes, RJ.

Vem visitar o Rio de Janeiro ? Temos muitos hotéis legais. Escolha o seu.

2]  Praça Tiradentes 

A Praça Tiradentes é uma velha dama que reúne cultura, história e boêmia. Cercada por antigos sobrados e estabelecimentos comerciais, revela o charme do Rio Antigo.

A praça passou a ter esse nome em 1890, 2 anos antes do centenário de morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, que foi executado ali perto. Anteriormente, essa praça recebeu outros nomes como Largo do Rossio Grande, Largo da Lampadosa, Campo dos Ciganos e Praça da Constituição. No centro da praça, a estátua de D.Pedro I em cima de um cavalo com a Constituição de 1824 nas mãos. Esse é o 1º monumento público do Brasil independente.

Em uma caminhada em torno da praça, podemos apreciar dois famosos e tradicionais teatros brasileiros : o Teatro Carlos Gomes, com arquitetura art decô, que nasceu como cassino e o Teatro João Caetano, o mais antigo teatro brasileiro fundado por D.João VI em 1813. A Gafieira Estudantina marca de uma época em que a Praça Tiradentes era um reduto do teatro de revista, continua funcionando e sendo um ótimo lugar pra dançar. Bem perto está a Igreja de Nossa Senhora da Lampadosa, onde Tiradentes assistiu, do lado de fora, a última missa antes de ser enforcado. O Real Gabinete de Leitura é outra maravilha em estilo neomanuelino que está a poucos passos da praça.
A Praça Tiradentes, que já teve até um pelourinho, passou, recentemente, por processo de revitalização.

3] Feira do Lavradio ou Feira do Rio Antigo

Todo primeiro sábado do mês, a centenária Rua do Lavradio recebe a Feira do Lavradio ou Feira do Rio Antigo. Uma tradição que começou em 1996 como uma feira só de antiguidades e que desde então movimenta o centro da cidade. Às antiguidades, dos mais variados tipos, juntaram-se produtores independentes de moda e de objetos de decoração, além de artesãos. Todos se espalham em barracas pela rua do Lavradio e arredores. Apresentações musicais tornam o ambiente mais animado e bares e restaurantes oferecem cardápios especiais, o que torna a Feira do Lavradio um excelente programa.

Feira do Lavradio, no centro do Rio de Janeiro.

Já escolheu seu hotel no Rio de Janeiro ? 


4] Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro

Uma construção moderna com design diferente, a Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro foi  inaugurada em 1979. Sua construção teve o propósito de oferecer uma sede definitiva para a catedral da cidade que, até então, já tinha ocupado diferentes igrejas. Uns dizem que a forma cônica da Catedral do Rio de Janeiro lembra uma pirâmide maia. Cada quadrado nas paredes internas simboliza um fiel subindo aos céus e a posição dos vitrais corresponde aos pontos cardeais. É uma catedral muito bonita. Todos os anos no dia 20/1, dia de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, uma procissão sai da Igreja dos Capuchinhos na Tijuca e vai até a Catedral.

Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro.
 

5] Fundição Progresso

Ícone da cultura carioca, a Fundição Progresso fez renascer o cenário da Lapa em 1982 ao lutar contra a demolição desse casarão e ocupá-lo como espaço de shows. Ao longo de sua existência, a Fundição Progresso, tem desenvolvido projetos sociais e promovido atividades que inovam e enriquecem a vida carioca.
Espaço de vanguarda, a Fundição, também, oferece muitos e variados cursos com o grupo Rio Maracatu e a Intrépida Trupe, como : oficinas de percussão, oficina de danças populares, dinâmica acrobática. Além de outros cursos, como : ioga, capoeira, oficina do Bloco Sargento Pimenta e muito mais. No passado, esse casarão foi a Fábrica de Fogões e Cofres Progresso.

Fundição Progresso, na Lapa, centro do Rio de Janeiro.

6] Arcos da Lapa

Esses arcos, que são um dos símbolos mais badalados do Rio de Janeiro e por onde passa o simpático bondinho de Santa Teresa, foram um aqueduto importantíssimo para o abastecimento de água para a cidade no século XVIII. Através do Aqueduto da Carioca, a água da nascente do rio Carioca, em Santa Teresa, chegava às fontes no Largo da Carioca. Quando outras formas de abastecimento surgiram, o aqueduto perdeu sua função e passou a ser usado para os bondes de acesso ao bairro de Santa Teresa.
Nas proximidades dos Arcos da Lapa muitos bares e restaurantes, a Sala Cecília Meireles, o
Selina Hotel, além de gafieira e casas de show oferecem opções para turistar de dia ou de noite.

Arcos da Lapa, imagem do site www.pixabay.com/pt

Faça sua reserva de hotel com antecedência e garanta bons preços.

7] Escadaria Selaron

Uma escadaria, que liga a Lapa ao bairro de Santa Teresa, foi sendo transformada em ponto turístico graças a dedicação e criatividade do artista plástico chileno Jorge Selaron. Tudo começou quando Selaron, que morava em uma das casas da escadaria, resolveu consertar um dos degraus usando  pedaços de azulejos coloridos. Em 1994, ano da Copa do Mundo, Selaron fez uma bandeira do Brasil em mosaico de azulejos como uma homenagem ao povo brasileiro. O que começou sem grandes intenções foi crescendo e a escadaria foi sendo totalmente revestida de azulejos. Aos poucos as paredes também receberam esse revestimento. Selaron, inicialmente, usava ladrilhos que ele comprava, porém conforme a escadaria foi sendo conhecida, Selaron passou a ganhar de presente azulejos de diferentes cidades do Brasil e do mundo. A Escadaria Selaron já apareceu em vídeo clip internacional e comerciais, o que só fez crescer sua popularidade e hoje é uma das atrações cariocas mais visitadas. Infelizmente, Selaron foi encontrado morto na escadaria que tanto amava e até hoje não se sabe ao certo como foi sua morte.

Escadaria Selaron, Lapa, Rio de Janeiro. 
Aos pés da Escadaria Selaron conhecemos um artesão que, em poucos minutos, produz a "chave do Rio" com o nome do cliente. Os pontos turísticos já estão delineados na chave. Uma ótima recordação do passeio, da Escadaria e do Rio de Janeiro.

Escadaria Selaron
No Circuito Lapa-Praça Tiradentes, visitamos pontos de interesse turístico do centro do Rio de Janeiro e tivemos, ao vivo, uma aula de história do Brasil com os guias Andre e Luciana Morozini da Liguia [ Liga Independente dos Guias de Turismo do Rio de Janeiro]. É importante conhecer a construção histórica para valorizar o passado e sempre preservar.

O Circuito Lapa Tiradentes acontece todo 1º sábado do mês e é organizado pela Liguia em parceria com o SEBRAE, a Rede Lapa Carioca Tiradentes e o Polo Novo Rio Antigo. Se você quiser participar, é só aparecer no 1º sábado do mês, 10:00 no CRAB -Praça Tiradentes.

Eu e a Julia Sampaio, blogueira do Fora da Toca, participamos do Circuito Lapa/Tiradentes a convite da Liguia e a opinião aqui expressa é fruto da ótima experiência vivenciada.

Este blog, Uma Senhora Viagem, é associado à RBBV, Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem. A célula RBBV RJ tem promovido ações que valorizam o Rio de Janeiro através de boas notícias, mostrando a beleza dessa cidade, seus atrativos e sua diversidade. Criamos a hastag #RIOunico para divulgar nosso trabalho e ficaremos felizes se você nos acompanhar no Instagram.


                                                    FOTOS : LILIAN AZEVEDO








Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search