08 abril 2020

DICAS DE PARATY FORA DE TEMPORADA : O QUE FAZER E ONDE FICAR

DICAS DE PARATY FORA DE TEMPORADA : O QUE FAZER E ONDE FICAR


Praça da Matriz em Paraty.


Nós já visitamos Paraty, algumas vezes, com filhos, outras com amigos e, também só nós dois. No verão, na primavera e no inverno, e sempre encontramos programas interessantes para curtir a cidade. De um tempo pra cá, temos optado por viajar para Paraty fora de temporada, o que se encaixa bem com o estilo de viagem que temos adotado, ou seja : tranquilidade e ritmo lento.
Para você aproveitar melhor a viagem compartilhamos aqui as nossas dicas de Paraty fora de temporada :  o que fazer e onde ficar .



Paraty fica no estado do Rio de Janeiro, próxima a divisa com o estado de São Paulo, numa região litorânea conhecida como Costa Verde. Linda cidade litorânea que se esparrama entre montanhas e o mar com cenários de natureza exuberante. Praias paradisíacas, algumas só acessíveis em passeios de barco, trilhas com diferentes níveis de dificuldade mas sempre recompensadoras e muita história levam Paraty a ocupar um lugar de destaque no turismo nacional.

Dicas de Paraty,RJ



Em 2019 Paraty e Ilha Grande foram reconhecidas como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade pela Unesco.

Durante o Ciclo do Ouro, Paraty chegou a ocupar o lugar de segundo porto mais importante da colônia e era por ele que se dava o escoamento das riquezas trazidas de Minas Gerais. Até hoje existe o Caminho do Ouro, antiga trilha indígena que se transformou em estrada, que era percorrida pelos tropeiros para o transporte do ouro e pedras preciosas. Paraty também teve destaque no ciclo da cana de açúcar com expressiva quantidade de engenhos que produziam cachaça, aliás até hoje permanece sendo produzida e comercializada com sucesso.

 Dicas de Paraty Fora de Temporada : Onde ficar


Viajar fora de temporada tem algumas vantagens como, por exemplo, o preço mais barato das hospedagens. Dessa vez, ao pesquisarmos sobre onde ficar em Paraty, nos encantamos com uma pousada afastada do centro, na verdade, localizada na Praia Grande, distante 10km do centro da cidade - Pousada Catarina- lugar para  para quem quer sossego, conforto e acordar todos os dias de frente para o mar.

Pousada Catarina em Praia Grande, Paraty
Pousada Catarina em Praia Grande, Paraty. 


No km 565,5 da Rio/Santos descemos uma rua paralela à estrada e chegamos ao tímido portão de entrada da Pousada Catarina. Não tínhamos ideia do quão delicioso seria estar nesse lugar por 3 dias. Fomos recebidos de forma muito simpática e logo encaminhados ao nosso quarto.

Pousada Catarina em Praia Grande, Paraty
Pousada Catarina em Praia Grande, Paraty 


 Adoramos a decoração clean e moderna do amplo quarto, banheiro e varanda.  A Pousada Catarina tem apenas 6 suítes, um hall de entrada e o escritório da recepção. Há também uma casa na praia anexa à pousada que pode ser reservada para hospedagem. Ao lado está o conhecido Quiosque São Francisco, um restaurante pé na areia, que traz gente da cidade e arredores para se deleitar com seus pratos. É nesse lugar que hóspedes e não hóspedes podem jantar à luz da lua e estrelas. Pela manhã, fomos recebidos no quiosque  para o café da manhã. Agora, imagine tomar o café da manhã à sombra de árvores, apreciando o mar e sentindo a textura da areia. É isso mesmo ! É só chegar e escolher seu lugar.Tudo fresquinho: feito na hora, tapioca, suco de frutas, iogurte, granola, mel, pães, queijo, frios e bolinho. Não tem nada melhor que começar o dia dessa maneira.

Dicas de Paraty : Pousada Catarina
Dicas de Paraty : Pousada Catarina

Lazer--Se optar por passar o dia na praia a Pousada Catarina tem espreguiçadeiras, ombrellones, toalhas,  área kids com vários brinquedinhos além de caiaques disponibilizados gratuitamente. Uma massagista, indicada pela pousada, oferece seus serviços ali mesmo na praia.Se quiser um passeio de barco até a Ilha do Araújo também pode ser reservado pela pousada. Atendimento nota mil em uma infraestrutura muito legal.


Dicas de Paraty Fora de Temporada : O que fazer


 Pensando o que fazer em Paraty ? Vou contar o que fizemos em nossa última viagem à cidade e uma das primeiras sugestões é conhecer Praia Grande. Apesar do nome, Praia Grande é uma praia pequena, muito lindinha e enfeitada por barquinhos coloridos. Com o mar calmo, é bem legal a prática de Stand Up Paddle e de remo em caiaques. Achei as águas turvas e, mesmo com temperatura amena, não são convidativas ao mergulho.

Praia Grande, Paraty


No canto esquerdo da praia, uma peixaria vende peixes e frutos do mar fresquinhos. Quase em frente, há um píer de onde partem tanto barquinhos de pesca quanto barcos para passeios pra Ilha do Araújo, bem em frente, ou pela região.. Caminhando mais um pouco, placas sinalizam uma trilha de fácil acesso que leva à Prainha, uma beleza de praia com águas claras e calmas convidativas ao banho de mar. Localizada em uma pequena baía, a Prainha é bastante tranquila para passar o dia sem agito. Só tem um bar que abre em fins de semana e alta estação. É importante levar água e algo para comer. Então, minha primeira dica está dada : passar o dia na Praia Grande e Prainha.

Prainha em Paraty.
Prainha em Paraty.


Nossa segunda sugestão de passeio é a praia de Paraty-Mirim, que nós consideramos um dos tesouros escondidos nos arredores de Paraty. Imagine sair da estrada principal- Rio/Santos-,dirigir por uma estradinha secundária, em pouco tempo passar por uma reserva indígena guarani e chegar a um cenário composto por uma igrejinha, ruínas, uma área de mangue, um rio e uma praia calma de águas claras. Se você aprecia natureza, vai ficar com vontade de ficar por ali o dia todo.

Praia de Paraty-Mirim
Praia de Paraty-Mirim


Estacionamos o carro e seguimos para a praia parando para observar, à esquerda, uma igrejinha - Igreja Nossa Senhora da Conceição Paraty-Mirim- que parece ter sido esquecida no século XVI,  época de sua construção. Foi a primeira igreja da cidade. Ela é diferente pois não tem torre e o sino fica na parede lateral sob uma viga de pedra.

Igreja Nossa Senhora da Conceição em Paraty-Mirim
Igreja Nossa Senhora da Conceição em Paraty-Mirim


A praia de Paraty-Mirim é linda e o mar de águas claras é tranqüilo. Um rio, de mesmo nome, atravessa o caminho e segue manso para desaguar no mar. Fizemos uma caminhada para o lado esquerdo apreciando, de um lado, o mar e do outro, o rio e a região de mangue. Nossa companhia eram 3 cavalos que brincavam entre si como se mostrassem que também estavam adorando a paisagem.

Rio Paraty-Mirim.
Cavalinho tomando água no rio Paraty-Mirim


Chegamos até um lugar onde não era mais possível seguir a pé, voltamos para curtir a praia e, então, vimos que para o lado direito tinha um píer. É dali que partem passeios para o Saco do Mamanguá, o único fiorde brasileiro com belíssimas praias. Também é acessível através de uma trilha,que deve ser feita com guia.   
A infraestrutura na praia de Paraty-Mirim é muito simples, só vi um bar e estacionamentos.

No passado, Paraty-Mirim foi porto de escoamento do ouro vindo de Minas Gerais e, mais tarde, porto de desembarque clandestino de escravos para as fazendas de café.

praia de Paraty-Mirim está numa área de proteção ambiental,  a APA CAIRUÇU, que é uma unidade de conservação federal ligada a ICMBio- Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade- e ao Ministério do Meio Ambiente. Também faz parte da APA CAIRUÇU terras indígenas, territórios quilombolas, comunidades caiçaras,praias e ilhas.

Como chegar a Paraty-Mirim de carro ?
No Km 593 da estrada Rio/Santos [ sentido São Paulo] há uma placa sinalizando a entrada para uma estradinha e dali até Paraty-Mirim são mais ou menos 8km. Essa estrada - sem pavimentação, com trechos de terra e muitos buracos - embora estivesse em manutenção ainda é precária e qualquer chuva torna a viagem bem complicada.


Outra boa dica do que fazer em Paraty é conhecer a Praia de Jabaquara. Há uns atrás, quando nos hospedamos na Pousada Eliconial, conhecemos a praia de Jabaquara e gostamos muito de poder ir a uma praia dentro da cidade. Na praia de Jabaquara o mar não tem ondas, a temperatura da água é morna e o visual é belo. Não fica lotada e é ótima para passar o dia.

Praia de Jabaquara em Paraty.
Praia de Jabaquara em Paraty.

A orla da Praia de Jabaquara tem muitas pousadas e vários quiosques, mas um, em especial, nos conquistou : BalacoBacco Beach Bar. Os petiscos são gostosos e os sucos são muito bons, além do atendimento nota mil.

Centro histórico
Passeio que não pode faltar é conhecer ou revisitar o centro histórico de Paraty. Aliás, sempre vale revê-lo muitas vezes. Tombado em 1958, teve assim, seu casario colonial bem preservado. As janelas e portas, pintadas em cores fortes, conferem um charme todo especial à cidade.

Casario colonial no centro histórico de Paraty
Casario colonial no centro histórico de Paraty

Por todo centro histórico, o calçamento em pedras de diferentes tamanhos e muito lisas exige atenção de quem explora suas ruas para não tropeçar nem torcer o pé, porém vale a pena passear por lá com tempo para apreciar árvores frondosas e a história inscrita em cada canto.

Praça da Matriz
Praça da Matriz é a principal praça da cidade e, ainda hoje, é um ponto de encontro de moradores e de turistas, além de reunir pessoas em momentos de festejos tais como a FLIP, Festa do Divino e outras. O free walk tour pelo centro histórico tem como ponto inicial a Praça da Matriz. Antigamente, em torno da Praça da Matriz, ficavam as casas das famílias ricas e hoje muitas abrigam restaurantes, lojas e bares.
Praça da Matriz em Paraty.
Praça da Matriz em Paraty.

Ateliês
Numa cidade linda como Paraty, inspiração não falta e muitos artistas ali se instalaram produzindo peças únicas que podem ser admiradas ou adquiridas. Portanto não deixe de conhecer os ateliês dos mais variados tipos que estão espalhados pelas ruas do centro histórico.

Nós conhecemos o ateliê do artista Aecio Sarti em uma de nossas visitas a Paraty e, desde então, sempre que voltamos à cidade, passamos por lá para admirar seu fantástico trabalho que usa como suporte lonas de caminhão usadas. Extremamente simpático, o artista interrompe seu trabalho e recebe todos que o visitam.

Obras de Aecio Sarti , Paraty,RJ
Fotos dos trabalhos de Aecio Sarti [2016]

Doceiros de Paraty
Caminhando pelo centro histórico, com certeza, você verá os doceiros de Paraty vendendo docinhos caseiros em carrinhos[um enorme tabuleiro com tampa apoiados em um suporte com rodas]. Difícil resistir ao “quebra queixo”, cocadas, bolo de tapioca e outras delícias. Há muitos anos, os doceiros estão pelas ruas da cidade trabalhando, mantendo essa tradição e as receitas que passam de pai pra filho e, dessa forma, sustentando suas famílias. Os doceiros de Paraty foram considerados Patrimônio Cultural Imaterial.

Doceiros de Paraty
Doceiros de Paraty


 Igrejas
As igrejas de Paraty são do século XVIII e, nessa época, cada igreja era construída para um segmento da população. Tinha igreja para os ricos, igreja para os negros, igreja para pardos[ mulatos]. De modo geral, em Paraty, as igrejas são adornadas de forma simples.

A Igreja de Santa Rita fica numa localização privilegiada, de frente para o porto e é um dos cartões postais da cidade. Quando as escunas voltam de passeios, de longe já se avista a igreja e todos ficam encantados. É a mais antiga igreja da cidade.Foi construída em 1722 pela Irmandade de Santa Rita dos Pardos Libertos e era destinada aos “pardos”/mulatos libertos.Tombada em 1952 pelo Patrimônio Histórico abriga o Museu de Arte Sacra.

Igreja de Santa Rita em Paraty.
Igreja de Santa Rita em Paraty.




A Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito foi construída em 1725 pela Irmandade de escravos de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos. Em 1962, foi tombada pelo IPHAN devido a sua importância cultural. Tem altares dourados feitos muito tempo após sua construção. Em novembro, as comemorações desses santos são animadas com procissão, missa etc...

Igreja Nossa Senhora do Rosario e São Benedito, Paraty.
Igreja Nossa Senhora do Rosario e São Benedito, Paraty.


A Igreja Matriz ou Igreja de Nossa Senhora dos Remédios fica na Praça Matriz,  ao lado do rio Perequê Açu. Foi tombada pelo IPHAN em 1962. A Festa do Divino, considerada como patrimônio cultural Brasileiro, é comemorada todos os anos na cidade e a procissão tem como destino final a Igreja Matriz.

Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Paraty.
Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Paraty.


A Igreja de Nossa Senhora das Dores localizada pertinho da foz do rio Perequê Açu foi construída por volta de 1800 por iniciativa das mulheres da aristocracia de Paraty e mais tarde, após um período de abandono, foi reformada pela Irmandade de Nossa Senhora das Dores. É mais conhecida como Capelinha e tem um galo no alto da torre que indica a direção dos ventos.

Igreja Nossa Senhora das Dores, Paraty.
Igreja Nossa Senhora das Dores, Paraty.



O passeio de escuna pela baía de Paraty te dá a possibilidade de conhecer praias só acessíveis pelo mar, ilhas pequeninas e também de desfrutar de paisagens deslumbrantes. Dessa vez, não fizemos esse passeio pois priorizamos outras atividades.

Se você ficar mais dias pela cidade, sugiro um bate e volta até Cunha em São Paulo, cidade repleta de ateliês de cerâmica. A estrada de Paraty a Cunha  é muito linda e você ainda poderá visitar no caminho o Lavandário, o Olival e o Contemplário. No post O que fazer em Cunha : Bate e Volta de Paraty. 

Sabe aquela cidade que, em qualquer época que for visitada, encanta os visitantes ? Assim é Paraty. No entanto, não esqueça que as chuvas atrapalham bastante os programas na cidade.

A Sylvia Yano do blog Sentidos do Viajar também esteve em Paraty e conta como foi sua experiência no post :  O que fazer em Paraty em 3 dias. 

Viagem de carro :
Nosso roteiro foi organizado da seguinte forma : saímos do Rio de Janeiro de carro, ficamos 3 dias em Paraty na Pousada Catarina; depois fomos para Campos do Jordão, onde nos hospedamos 2 dias na Pousada Villa Amistá e, de lá, seguimos para São Paulo com hospedagem gratuita na casa do nosso caçula. Nossas hospedagens foram reservadas através do Booking.com


                                                      FOTOS : J.C. ALVAREZ

  1. Caroline Rodrigues13 de abril de 2020 14:52

    Parati É puro charme! Queria conhecer melhor! Quando eu fui passei umas 2 ou 3 horas só e foi pra Jantar. Uma pena! Adorei as dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando puder volte para passar uns 3 dias e vai amar. beijocas

      Excluir
  2. Ainda não fui a Parati, mas acho a cidade um charme. Eu era fã de viajar em baixa temporada (sinônimo de economia), mas agora sou refém do cronograma escolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive muitos anos assim mas agora aproveito a aposentadoria e os filhos adultos para curtir a baixa temporada. Viajar com os filhos vale a espera. beijocas

      Excluir
  3. Já estive algumas vezes em Paraty e concordo com vc, sempre há algo novo a ver e explorar nessa cidade linda. Amei a dica da Pousada Catarina, vou guardar aqui para uma próxima viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa Pousada vale muito a pena e fará de sua viagem algo especial.beijocas

      Excluir
  4. Sempre tive vontade de conhecer Paraty pela história e preservação do casario. Agora vendo esse roteiro de praias e descobrindo que até os doceiros são patrimônio por lá, fiquei ainda mais curiosa. Vou guardar as dicas para quando pudermos ir. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Visite Paraty assim que puder e vai adorar. Os docinhos são uma perdição. beijocas

      Excluir
  5. Lilian, eu amo Paraty! Queria poder voltar lá ainda este ano, mas agora está tudo incerto. Mas vai passar e quero voltar lá. Uma das praias que gosto de frequentar é a da Ilha do Pelado. Você segue pela Rio-Santos até São Gonçalo e lá pega um taxi-barco para a ilha. Tem três bares lá e você pode consumir o que eles oferecem. É bem gostoso porque a água é cristalina e o mar calmo. Adorei seu post porque vi as fotos e matei a saudade de Paraty. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Cecilia
      Adoro ver fotos e matar as saudades de um lugar. Otima dica de praia e com certeza irei de uma próxima vez. beijocas

      Excluir
  6. Que delícia de lugar. Conheci rapidamente e lendo esse post fiquei com muita vontade de voltar. Adorei as dicas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Angela
      Quer um conselho ? Volte quando puder e ficará encantada. beijocas

      Excluir
  7. Paraty descrita de forma encantadora neste blog!! Amei tudo, principalmente a praia de Paraty-Mirim com suas águas claras e tendo um rio que deságua nesse mar!! Woow!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Tamara
      Obrigada. Você conhece Paraty ? Venha nos visitar no Rio de Janeiro e dê uma esticada no fim de semana. Beijocas

      Excluir
  8. Estivemos em Paraty em janeiro e amei conhecer a cidade. A cidade é linda e realmente cheia de belos atrativos, tantas praias que não consegui conhecer e vendo seu tópico sobre Paraty Mirim eu morri de vontade de voltar pra conhecer, porque não deu tempo. Excelente texto. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Deyse
      Nós já visitamos Paraty muitas vezes e até hoje tem praias que não conhecemos.Da próxima vez queremos fazer o passeio ao Saco do Mamanguá que dizem ser lindo. Obrigada, beijocas

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search