05 julho 2022

ALGARVE EM PORTUGAL: ROTEIRO DE TREM



Roteiro de trem no Algarve em Portugal



Você sabia que é possível fazer um roteiro de trem pelo Algarve em Portugal? Depois que você ler esse post tenho certeza que vai querer conhecer também essa linda região. Então, anota aí todas as dicas sobre atrações, deslocamento, hospedagem e passeios no Algarve e comece já a planejar sua viagem por terras lusitanas. 


Por que usar o trem como meio de transporte?


Viajar de trem é uma experiência que meu marido e eu gostamos demais e aproveitamos todas as oportunidades para nos deslocarmos assim quando estamos na Europa. É que lá a malha ferroviária é  bem ampla interligando muitas cidades e países. Agora vou te explicar por que vale a pena fazer um roteiro de trem no Algarve e em qualquer país europeu. 

1- De modo geral, os trens são pontuais e mesmo que o horário seja quebrado, por exemplo, 8h33, eles chegam certinho.
2- Não existe check-in e a antecedência do passageiro chegar à estação pode ser pequena. Mas para quem quiser ou precisar chegar bem antes do horário a boa informação é que muitas estações de trem são verdadeiros shoppings onde encontra-se desde supermercado (subsolo), até lojas e restaurantes. 
3 - Os procedimentos de embarque e desembarque são práticos. Cada um se responsabiliza por sua bagagem  Em trens não há limite do número de malas nem do peso das mesmas  Só não esqueça que o bagageiro tem uma área limitada e que colocar bagagem pesada no espaço acima do banco será um trabalho seu. 


Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Dois tipos de bagageiro: de chão e o que fica em cima dos bancos 

4 - O tempo que o trem permanece parado em cada estação é cumprido com rigor. Os trens são rápidos sendo que alguns atingem velocidades expressivas. Eles não enfrentam o problema de engarrafamentos o que agiliza o deslocamento.
5 - Os trens têm poltronas bem confortáveis, mesmo na 2ª classe, e em alguns trens, elas são do tipo classe executiva de avião. Pra trajetos longos há trens que contam com cabines onde os passageiros podem dormir em beliches. Um boa ideia para economizar uma diária de hotel.    
6 - Wifi gratuito e tomadas para carregar dispositivos são facilidades disponíveis nos trens. É possível ouvir música, assistir um filme, trabalhar no laptop ou apenas apreciar a paisagem  Em percursos mais longos, há filmes sendo exibidos em monitores de cada vagão. 
7 - Outro serviço disponível em muitos trens é o vagão/restaurante onde são vendidos lanches e bebidas Nós sempre optamos por levar um lanche e comprar apenas algo para beber.
8 - Quase sempre as estações de trem estão conectadas às linhas de metrô e isso facilita muito o deslocamento pela cidade.
9 - Ao usar o trem como meio de transporte não temos que nos preocupar com estacionamento nem com o funcionamento de pedágio nas estradas. 
10 - Embora, o mais adequado seja comprar o bilhete com antecedência, fora de temporada ele pode ser adquirido até no mesmo dia da viagem o que dá mais flexibilidade ao roteiro. 

Se você optar por viajar de trem, a forma mais econômica é sempre comprar os tickets no site da empresa de trem do país, que no caso de Portugal é www.cp.pt 

Algarve em Portugal: Onde fica

Ao sul de Portugal, banhada pelo Oceano Atlântico está a região chamada Algarve. Limitada ao norte pelo Alentejo e a oeste pela Espanha, o Algarve é a mais importante área turística de Portugal. Suas cidades litorâneas atraem muitos visitantes em todas as estações do ano, principalmente, no verão. Possui cerca de 133 praias sendo que 5 delas constam da lista das 15 mais bonitas do mundo. Verdade ou não, o que vale é saber que você, com certeza, encontrará lugares de cenários magníficos no Algarve.

                                                     Siga nosso perfil no Instagram


Algarve em Portugal: Como chegar 


Grande parte dos turistas chega ao Algarve de avião e, talvez, o fato do aeroporto de Faro receber muitos voos low cost contribua para facilitar o acesso à região usando esse meio de transporte. No entanto, o trem é um meio de transporte bastante comum entre os turistas que viajam para as cidades do Algarve e, nós, por tudo que já explicamos acima, fizemos dessa forma. 
Partimos da estação Oriente em Lisboa com destino a Lagos. O trem demorou mais do que imaginávamos pois fez baldeação na cidade de Tunes. Finalmente, desembarcamos na pequenina e moderna estação de trem de Lagos que fica muito próxima à marina da cidade.  

Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Estação de trem de Lagos nas duas versões: a antiga e a nova


Algarve em Portugal: Quando ir 

Nós visitamos o Algarve em maio e apesar de não ser alta estação as cidades estavam bem movimentadas. Desfrutamos de dias lindos, temperatura agradável mas um ventinho constante que exigia um casaquinho. Embora os meses mais procurados sejam julho e agosto, o clima mediterrâneo contribui para que o ano todo o Algarve receba visitantes. Em 2019, os números indicavam que cerca de 30 mil turistas chegavam, por dia, ao aeroporto de Faro. Fique atento pois em períodos de alta os preços ficam mais caros e as cidades muito cheias. 


O que fazer em Lagos no Algarve


São muitos os lugares lindos para serem visitados no Algarve mas como tínhamos apenas 5 dias disponíveis, selecionamos duas cidades base : Lagos e Faro.    

Lagos é uma das cidades mais badaladas da região e a expectativa para a chegada por lá era grande. Afinal foi essa a cidade que despertou nosso desejo de conhecer o Algarve. A beleza do dia de céu azul e dos barquinhos ancorados na marina fez meu coração disparar de emoção: caramba, cheguei em Lagos!  Fomos a pé para o hotel pois ele ficava em frente à marina e eu queria ir observando cada detalhe.

Quando visitar Lagos no Algarve veja essa excelente dica de hospedagem : Lagos Avenida Hotel

Fundada há mais ou menos 2 mil anos, Lagos foi importante porto onde fenícios, gregos e cartagineses fizeram comércio. Em 766 D.C. os romanos dominaram a cidade, depois vieram os mulçumanos e só em 1240, a cidade voltou para o domínio cristão. Até hoje é possível encontrar vestígios dessas ocupações anteriores. Lagos teve papel importante como cidade portuária fortificada.

Nosso primeiro passeio foi em um bondinho que circula da Marina de Lagos até a Ponta da Piedade o que nos ajudou em termos de localização na cidade. 

Outra ótima maneira de conhecer a cidade é caminhar sem destino, explorando cada cantinho e nisso somos experts. Observar o contraste do casario pintado de branco, muito enfeitados por flores coloridas, com o azul do céu nos encantou.  

Um programa legal é passear pelo calçadão, Avenida do Descobrimento, que margeia o mar. Pequenos quiosques de empresas de turismo vendem passeios e alguns artesãos expõem seus trabalhos em barracas. No caminho vale uma paradinha no Mercado Municipal, onde há lojas de vinhos, bancas de frutas, peixes, frutas secas e restaurantes. 

O Forte da Ponta da Bandeira que data do século XVII, foi uma importante fortificação de defesa da região. Dentro dele existem espaços para exposição e uma singela capelinha, toda revestida de azulejos, que é dedicada a Santa Bárbara. Do seu terraço é possível admirar uma linda vista.  

Bem em frente ao Forte está a Arco/Porta de São Gonçalo, uma construção do século XIV, que faz parte da Muralha. Ela é ladeada por duas torres o que era comum nas fortificações islâmicas. Dizem que nesse local havia uma casinha onde nasceu São Gonçalo, o padroeiro dos pescadores de Lagos. A Porta de São Gonçalo foi declarada Monumento Nacional. Atravessando-a chega-se ao coração da cidade. Caminhar acompanhando a muralha nos rendeu um ótimo passeio, nos afastamos da parte turística e conhecemos um pouco mais da cidade.   

No centro histórico o turista poderá visitar pontos turísticos tais como: Praça Gil Eanes com a estátua de D.Sebastião, Praça Infante D.Henrique, a Igreja Santa Maria de Lagos, o Mercado de Escravos, o Museu Municipal, a Igreja de Santo Antônio e o Centro Cultural.


Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Marina de Lagos, Praça Gil Eanes co Igreja de Santa Maria, Muralha com a Porta de São Gonçalo, Forte da Ponta da Bandeira e Capela de Santa Bárbara


O litoral em Lagos é de uma beleza ímpar: falésias, águas transparentes, formações rochosas no mar próximas às praias, grutas, cavernas e, às vezes, túneis ligando uma praia a outra. Cada praia um tipo de beleza. Cada ângulo detalhes incríveis. 

Passamos pelo Mirante da Praia da Batata e lá de cima admiramos a praia. Depois descemos e fomos conhecê-la de perto.

A Ponte Romana na Praia dos Estudantes te faz pensar que não é todo dia que se vê uma ponte ligando duas partes das falésias: uma no mar e outra em terra.  Primeiro admiramos do alto e depois também descemos para caminhar pela areia da praia. 

Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Praias de Lagos

Muitos restaurantes no centro histórico e alguns na Marina de Lagos. É só escolher por onde começar a se deliciar com a culinária portuguesa. 

Nossos passeios pela cidade foram feitos a pé e por isso não conhecemos as praias mais afastadas.


Passeio de barco até a Ponta da Piedade - Passeio especial 

Agora vou falar do passeio que merece o maior destaque quando você visitar Lagos no Algarve. Se você tiver pouco tempo na cidade, esse é daqueles programas que podemos chamar de I-M-P-E-R-D-Í-V-E-L ! Simples assim. 


Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Passeio de barco da marina de Lagos até a Ponta da Piedade


Partimos sem imaginar o quanto ficaríamos encantados com a beleza da paisagem, a transparência e cor das águas além da exuberância das falésias e rochas. O barco passa pela Praia da Batata, Praia dos Estudantes, Praia do Pinhão, Praia D. Ana, Praia do Camilo e finalmente chega à Ponta da Piedade. 

A Ponta da Piedade é um conjunto de formações rochosas que avança no mar. Devido a erosão provocada pelo vento e pelas ondas, as rochas e falésias assumem formatos diferenciados que recebem nomes tais como: camelo, catedral, elefante e outros. O conjunto formado pelas grutas, cavernas e piscininhas além do tom de verde das águas é simplesmente fascinante. O barco se aproxima bem devagar e faz pequenas paradas em meio às grutas e outras formações.  


Passeio de barco em Lagos no Algarve
Passeio de barco em Lagos no Algarve


Contratamos o passeio com a empresa Blue Fleet em um dos vários quiosques que ficam na Marina e na Av. dos Descobrimentos. Num dia passamos e vimos os preços e no outro contratamos e embarcamos ali mesmo na Marina de Lagos.


Como chegar a Faro no Algarve

Depois de dois fantásticos dias em Lagos partimos com destino à capital do Algarve: Faro. E mais uma vez viajamos de trem. Descemos na pequena estação ferroviária e fomos caminhando para nosso hotel que ficava super bem localizado. Aliás, segue aqui uma ótima indicação de hospedagem: Hotel Faro & Beach Club.

Viajar pelo Algarve é também uma viagem pela história. É incrível saber que Faro teria surgido por volta do século VIII a.C. Fenícios, gregos, cartagineses, romanos e mulçumanos fizeram parte dessa história. Perto de Faro, em Estói, ficam as Ruínas de Milreu, que podem dar o testemunho da presença romana na região. Nós, que adoramos história, fomos lá para conhecer.

   

O que fazer em Faro no Algarve


Comece o passeio pela Doca de Faro e faça uma foto no letreiro Love Faro. Acho que todo turista adora e corre pra fazer. Não dá pra resistir ao super coração na frente da marina da cidade. Passeamos no trenzinho turístico pois consideramos uma ótima maneira para nos localizarmos na cidade identificando os principais pontos turísticos.


Roteiro de trem no Algarve em Portugal


Explorar cada cantinho da cidade velha com o centro histórico, ruas estreitas de paralelepípedo, casas coloniais é passeio obrigatório. Impossível não ficar impressionado com o calçamento perfeito de pedras portuguesa da rua de Santo Antônio. Ela parece estar revestida por um tapete. É que as pedras portuguesas nas cores preta e branca formam lindos desenhos e parecem muito bem assentadas de forma que não têm altos e baixos. A qualquer hora que se olhe para o calçamento parece que foi passado um verniz. Na verdade, em outras ruas também podemos observar essa mesma qualidade do calçamento.


O que fazer em Faro no Algarve



As muralhas de Faro que vemos hoje têm uma longa história. Construídas pelos romanos quando a cidade se chamava Ossónoba, foi alterada na época em que os muçulmanos dominaram a região e reconstruídas na Reconquista cristã. Sofreu danos no terremoto de 1755. mas mesmo assim tem várias partes preservadas.   
 
É legal conhecer os 3 arcos da muralha e todos são pontos turísticos de Faro. O Arco da Vila foi construído em estilo neoclássico no século XIX onde antigamente havia uma das portas da muralha por onde entrava quem chegava à cidade pelo mar O Arco do Repouso era uma das antigas portas das muralhas construídas pelo príncipe muçulmano Ben Bekr. O Arco da  Porta Nova é uma passagem integrada às muralhas e proporciona uma das mais belas vistas da ria Formosa.   

Os ninhos de cegonha em telhados, torres de igrejas, monumentos e até mesmo em postes são bem pitorescos e comuns na cidade. O conjunto formado pelo casario e prédios históricos pintados na cor branca sempre cativam a atenção dos turistas.


Faro no Algarve em Portugal



O Castelo de Faro é mais conhecido como Fábrica da Cerveja pois, no final do séc.XIX foi arrendado pela Companhia produtora de malte e cerveja Portugália. Acredita-se que sua construção data de meados do século XIII quando da Reconquista Cristã. Ao longo dos anos passou por reformas e modificações. O restaurante Castelo oferece uma excelente vista da ria Formosa e adoramos sentar ali para descansar da caminhada pelas ruas de Faro e apreciar o por do sol.   


Por do sol em Faro no Algarve
O por do sol na Ria Formosa é um espetáculo para ser apreciado todos os dias.



Não deixe de entrar na Catedral ou Sé de Faro, que também é chamada de igreja de Santa Maria. Está localizada no amplo Largo da Sé. O revestimento em azulejos compõe painéis que contam histórias. A talha folheada a ouro é muito bonita. Depois de apreciar bastante o interior é possível subir na torre e de lá ter uma vista panorâmica da cidade.  
Ela foi construída onde nos primórdios existiu um fórum romano e depois uma mesquita. Isso era muito comum de ser feito antigamente. O povo que invadia e dominava a região demolia as construções e erguia outras no mesmo local. Era uma demonstração de poder.   

Igreja do Carmo em estilo barroco é também visita obrigatória. Considerada imóvel de interesse público, tem a fachada pintada de branco e o interior com rico trabalho em talha dourada que segundo dizem é fruto do ouro brasileiro. Um atrativo meio macabro é a Capela dos Ossos que tem paredes revestidas por ossos e crânios.

Roteiro de trem no Algarve em Portugal
Catedral da Sé, Capela dos Ossos, Arco do Repouso, Arco da Vila, Vista da torre da Catedral e Arco da Porta Nova p 


Um super programa é pegar um barco no cais da Porta Nova para um passeio pela Ria Formosa até a Ilha do Farol. As ilhas formam uma barreira entre o mar e a ria Formosa. Algumas praias estão voltadas para a ria e outras voltadas para o mar. Apesar de ser final de maio e um lindo dia de sol, corria um ventinho frio e a água estava bem gelada. Caminhamos pela ilha que nos pareceu ser um local de casas de veraneio. A paisagem é muito bonita tanto no passeio de barco quanto na ilha: "ruas" de areia com vegetação nativa, praia deserta e o farol. Vale ressaltar que a Ria Formosa é considerada uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.  

Passeio Ria Formosa, Ilha do Farol, Faro
Passeio pela Ria Formosa, Ilha do Farol, Faro 


Enquanto Lagos tem várias praias acessíveis na cidade, em Faro as praias são mais distantes e nós não fomos visitá-las.


Dois passeios bate e volta partindo de Faro: Estói (de ônibus) e Tavira (de trem).  

 Estando na linda região do Algarve não dá pra resistir a uma esticadinha e conhecer algumas cidades próximas fazendo o famoso passeio bate e volta. Nós adoramos e fomos conhecer Estói e Tavira. 


Estói, cidadezinha distante 10km de Faro, tem duas atrações que fazem valer o passeio: as Ruínas de Milreu e o Palácio de Estói. 

De propriedade particular, a construção do Palácio de Estói iniciou no século XVIII mas ele só foi inaugurado em 1909. Passou por vários proprietários e, mesmo tendo sido considerado um imóvel de interesse público, sofreu com períodos de abandono. Após ser comprado pelo município de Faro o palácio teve obras de restauro e foi reinaugurado em 2009 como um hotel de luxo. Como está aberto a visitação lá fomos nós conhecer. O belíssimo prédio em estilo arquitetônico eclético tem encantadores jardins de inspiração francesa. Elementos decorativos variados, vitrais, salas e paredes revestidas por painéis de azulejos oferecem ao visitante muitos detalhes a serem observados. Uma visita imperdível! Saindo de lá aproveitamos para passear pelo centrinho de Estói, apreciar as casinhas, a igreja Matriz e a pracinha.  

Estói: passeio bate e volta de Faro no Algarve
Palácio de Estói e a cidade



Ver de perto as ruínas romanas de Milreu foi o principal motivo de nos deslocarmos até Estói. Nesse sítio arqueológico temos o testemunho da presença romana na região. É incrível observar cada espaço e imaginar que ali existiu uma vila habitada já no século I d.C. Séculos depois passou por ocupação muçulmana e cristã. Termas, piscina, templo, colunas, painéis de mosaico são alguns dos vestígios da arquitetura de Milreu que podem ser encontrados nessa estação arqueológica. Há também uma grande casa rural (séc.XV) que foi construída sobre estruturas romanas. Dentro dela escavações comprovam diferentes utilizações da área. Devido a sua importância histórica esse conjunto arqueológico foi considerado em 1910, Monumento Nacional. Importante salientar que, ainda hoje, o trabalho de escavação e estudo continua. Na entrada há um centro de visitantes onde é pago o ingresso e é dado um folder explicativo.  


Ruínas de Milreu em Estói, Faro, Algarve
Ruínas de Milreu em Estói, Faro, Algarve


Tavira 

Acolhedora e um pouco afastada da área mais badalada do Algarve assim é Tavira, cidade que fica no caminho para a fronteira com Espanha. Descemos na estação de trem e depois de uma foto com a escultura do imigrante seguimos em direção ao Castelo de Tavira. Pegamos um mini trenzinho que circulava pelos principais pontos turísticos da cidade o que muito facilitou nosso acesso aos mesmos. 

Estação de trem de Tavira no AlgarveRoteiro de trem pelo Algarve  em Portugal



Tavira no Algarve em Portugal
Seguimos apreciando o casario sempre pintado de branco, as pracinhas e passamos pela Calçada dos Sete Cavaleiros. 


A ponte romana, que liga os dois lados da cidade, é um dos cartões postais de Tavira. A que vemos hoje é fruto de algumas reconstruções mas acredita-se que no séc. III houve ali uma ponte romana. 

Ponte Romana em Tavira no Algarve


 Ao nos deparamos com a Igreja de Santa Maria do Castelo foi impossível não admirarmos a beleza do contraste entre o azul do céu e o branco das construções algarvianas. Construída sobre uma mesquita essa igreja do séc. XIII mistura traços barrocos e góticos  

Acredita-se que a primeira fortaleza de Tavira foi construída pelos fenícios e reforçada pelos muçulmanos entre séc. VIII a XIII. O castelo medieval que vemos hoje, na verdade, mantém as grandes muralhas, as escadas e a torre assim como os jardins. Com sua localização privilegiada oferece uma vista privilegiada da cidade.

O restaurante Ver Tavira é um ótimo lugar para fazer um pit stop, tomar uma cerveja ou refrigerante e contemplar a beleza das construções. 


Roteiro de trem pelo Algarve em Portugal
Castelo de Tavira, Vista da cidade, Jardins do Castelo, Igreja Santa Maria do Castelo e Restaurante Ver Tavira


O antigo Mercado da Ribeira de Tavira conserva seu belo prédio que desde 1999 deixou de funcionar como mercado de abastecimento e passou a ser um espaço de exposições, de lojas e restaurantes. Fica próximo ao Jardim do Coreto, o mais antigo jardim público da cidade.

Mercado da Ribeira de Tavira no Algarve
Beira do rio Gilão, Jardim do Coreto e Mercado da Ribeira em Tavira

 

A pesca do atum foi muito importante para o Algarve. Em Tavira, no local onde hoje funciona o luxuoso Hotel Vila Galé Albacora, no passado abrigou o Arraial Ferreira Neto, uma grande empresa de pesca que oferecia todo o suporte às armações usadas para tal.

Em um dia de viagem visitamos essa linda cidade que deixou um gostinho de quero mais

Conclusão de viagem: cinco dias é pouquíssimo tempo numa região tão rica em história e beleza natural como o Algarve. Me despedi com uma certeza: um dia quero voltar pra passar um período sem pressa curtindo as cidades praianas e seu interior. 

                                                     

Se você, assim como eu, é apaixonado por trens, viagens de trem e estações de trem vai ter um farto e precioso material para conhecer nos blogs a seguir: 

A Regina Oki, do blog Turista FullTime, nos conta sobre Trem para Machu Picchu no Peru.

No blog Turista Imperfeito, a Adelaide vai explicar Como Viajar de trem nas Cinque Terre.

Já a Gisele, do Destinos Por Onde Andei, vai nos mostrar a beleza da Estação Central de Antuérpia na Bélgica.  Por que viajar de trem pelo mundo é o tema que a Olívia aborda no blog Olivia Garimpando Por Aí 

                                                     


                                                         FOTOS: J.C. ALVAREZ 


 


  1. Sou louca para fazer um roteiro de trem pelo Algarve, em Portugal. Eu amo Portugal, já fui duas vezes, mas ainda não conheci essa região e acho que é uma das mais lindas do mundo.

    ResponderExcluir
  2. Olá, você descreveu perfeitamente esse pedacinho maravilhoso de Portugal. Viajei de carro pq sempre pensei que fosse complicado demais. Mas a tua experiência mostrou q não é assim! Obrigada por compartlhar!
    Até a próxima!

    ResponderExcluir
  3. Querida Lilian, que maravilha de post! Sabe que nunca havia parado para pensar na possibilidade de percorrer Algarve de trem? Mas achei incrível essa possibilidade! Há alguns anos, aluguei um carro para ir de Lisboa até Albufeira. Entretanto, acho que teria aproveitado muito mais se tivesse ido de trem. Aliás, muito legal a forma como você compilou as vantagens de viajar de trem! Como a gene aprende lendo posts tão completos e bem feitos como os seus. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  4. Sou apaixonada por Portugal, quero conhecer outras regiões de lá que ainda não conheci, como o Algarve, uma das que mais me interesso.
    Fiquei encantada com seu roteiro de trem pelo Algarve, adoraria percorrer seus passos e ver tudo que viu também. Amei suas dicas, grande beijo!

    ResponderExcluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura no blog e boa viagem!