CONVENTO DE SANTO DOMINGO DE LIMA E PARQUE DA MURALHA


O outro lugar pelo qual me apaixonei foi o Convento de Santo Domingo de Lima cujo verdadeiro nome é Convento del Santíssimo Rosario .





Só é possível conhecer a igreja, a torre, os claustros, o museu e as catacumbas através da visita guiada, mas essa já está incluída no valor do ingresso [ 7 soles]. 

Na realidade são duas visitas guiadas, na 1ª parte fomos com uma guia conhecer a igreja e a torre.

Logo que entramos no convento fomos convidados a apreciar esse teto em madeira que foi feito,segundo o guia,sem o uso de pregos,apenas encaixe.



No caminho para a visita à igreja paramos para fotografar essa escultura em madeira.Todo corpo é coberto pelos cachos de cabelo,é um trabalho lindo.




Esse é o "livro coral", isto é, um livro com as músicas que o coral deveria cantar. Ele era enorme e ficava num pedestal giratório de madeira para que todo o coral,que sentava nessas cadeiras de madeira, pudesse ver e cantar.



As cadeiras, em madeira de cedro entalhada, onde o coral sentava.



As que ficam encostadas na parede são esculpidas com figuras de santos em alto relevo e as cadeiras que tem espaldar baixo apresentam um delicado trabalho de entalhe. 





Não pudemos visitar a igreja pois ela estava fechada para obras, mas a vimos  quando estávamos visitando o lugar onde o coral ficava.



Em seguida, fomos visitar a torre e o campanário.





Subimos uma escada super íngreme, para chegarmos até essa torre do sino.



Lá de cima é possível ter uma vista de parte da cidade e dos dois claustros.







Em um dos andares, onde estavam sinos pequenos, havia aquarelas retratando personagens do dia a dia da cidade no século XIX.





Bem, descemos e outro guia nos levou para conhecer os maravilhosos claustros.





As paredes dos corredores internos do 1º claustro são revestidas por azulejos sevilhanos.Na parte de cima painéis com pinturas retratam a vida do fundador do convento,Santo Domingo de Guzmán.




As pilastras também são revestidas por esses belíssimos azulejos e cada uma exibe uma combinação dos mesmos formando desenhos únicos. 











A arquitetura do 2º claustro revela a influência árabe.






Essa é a sala Capitular do Convento,isto é,a sala onde eram feitas as reuniões entre padres e seus superiores para discutir sobre questões do cotidiano ou resolver problemas.




Nesse convento estão expostos alguns pertences e painéis que falam sobre a vida de São Martim de Porres,um religioso e santo peruano,que se dedicou a caridade.

Há também uma capela com os restos mortais de San Martim de Porres.



No subsolo da igreja está o túmulo de Santa Rosa de Lima onde se encontram seus restos mortais.

Há também uma pequena capela em sua homenagem.










Seguindo a visita chegamos a biblioteca que tem cerca de 25 mil livros.








Endereço : Jiron de Camaná 170
Entrada: 7 soles
Visita guiada.

Quando saímos do Convento fomos procurar um lugar para comer e passeando encontramos a indicação para Parque da Muralha e lá fomos nós.

O Parque esteve fechado para obras e a previsão de abertura era exatamente para o dia que estávamos lá fazendo o passeio,mas,infelizmente,não foi reaberto e não havia nenhum esclarecimento.

O Parque da Muralha está localizado as margens do rio Rìmac,que separa de um lado o Centro Histórico e do outro o bairro Rìmac.   


Segundo consta no site www.wikipedia.org.pt essas muralhas foram construídas entre 1684 e 1687 para proteger a cidade de Lima.


A parte da muralha que foi preservada  está cercada e em toda essa área foi construído um "parque" com pista de corrida,brinquedos infantis,jardins e uma grande área plana.













FOTOS : J.C. ALVAREZ  


7 comentários

  1. Que coisa mais linda! O pátio interno, os azulejos e o estilo lembram muito as construções na Andaluzia!! Muita, mas muita vontade de conhecer o Peru!!! lindo post!

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro igrejas! Sempre que viajo, dou um pulo nas igrejas, gosto das construções, arquitetura, das imagens. Adorei suas fotos, o sino, o jardim interno, as imagens! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimo, como não se apaixonar?
    Beijocas
    Li

    ResponderExcluir
  4. Oba! Adorei a dica do parque da muralha. Na próxima ida à Lima tentarei conhecer.
    As catacumbas eu fui e amei mas não visitei o resto, preciso incluir na próxima visita também.
    Lindas fotos.
    Tati

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que lugar lindíssimo! Morro de vontade de conhecer essas igrejas com torre, sinos e decoração tão antiga! Que estátua de madeira linda, amei o trabalho dos cachos, ficou incrível! Cada detalhe né? E esses azulejos? De matar qualquer um de amor!
    Adorei!!

    ResponderExcluir
  6. Estamos organizando un seminário en le Museo De Arte Sacro de Salvador, Bahia, Brasil.
    La II Semana Internacional do Azulejo, de 19 a 24 de septiembre.
    Hemos tentado obtener contacto con el convento de Santo Domingos por causa de sus magníficos azulejos. Quizieramos que viniera un conferencista para nos ahblar deste patromónio.
    Tentamos la embajada en Brasilia, el consulado em Rio de Janeiro, la facultad de arquitetura en Lima. Nunca, nadie nos dio la mínima respuesta.
    Muy triste!

    ResponderExcluir
  7. Estamos organizando un seminário en le Museo De Arte Sacro de Salvador, Bahia, Brasil.
    La II Semana Internacional do Azulejo, de 19 a 24 de septiembre.
    Hemos tentado obtener contacto con el convento de Santo Domingos por causa de sus magníficos azulejos. Quizieramos que viniera un conferencista para nos ahblar deste patromónio.
    Tentamos la embajada en Brasilia, el consulado em Rio de Janeiro, la facultad de arquitetura en Lima. Nunca, nadie nos dio la mínima respuesta.
    Muy triste!

    ResponderExcluir