COMO CHEGAR A BARRANCO ? O QUE É QUE BARRANCO TEM ?

Como chegar a Barranco ?

Se você tiver tempo, acho uma ótima ideia ir caminhando, pelo calçadão, desde o Shopping Larcomar. De um lado, jardins no calçadão e o mar lá embaixo. E do outro, lindos prédios e casas.













Nós gostamos tanto, que fomos e voltamos à pé. 


O que é que Barranco tem ?

Barranco é um bairro charmosíssimo em Lima.


Foi, ao longo do século XIX, um lugar onde as famílias ricas construíram suas casas de veraneio. 




Logo na entrada do bairro, como que a dar boas vindas aos visitantes, esse simpático vagão de trem abriga um restaurante para lanches rápidos.No passado esse trem circulava pelo bairro.



Fomos conhecer Barranco no meio de uma tarde mansa e gostosa. Parecia uma cidadezinha de interior.
  








Nesse prédio, onde está a biblioteca "Manuel Beingolea", que é uma das atrações, funciona um pequeno escritório de informação turística, que fornece mapa do bairro com as principais atrações turísticas e 4 rotas de passeio.


    

O roteiro 1 chama-se "Descubriendo Barranco", e enumera as seguintes atrações: Parque Municipal, Biblioteca Manuel Beingolea, Igreja La Santíssima Cruz, Paseo Chabuca Grande, Puente de Los Suspiros, Bajada de Los Baños, Ermita de Barranco e Estacion del Funicular.



Igreja La Santíssima Cruz


Parque Municipal



 
Ermita de Barranco

A Ermita de Barranco foi uma das construções que mais sofreu com o terremoto de 1940.Seu telhado está até hoje danificado como testemunha desse abalo.




Ao lado da Ermita de Barranco há um estreito caminho que leva a um pequeno mirante, onde, também, está localizado o restaurante La Posada del Mirador



O caminho que leva à praia chama-se Bajada de Los Baños. Na parte inícial desta "rua", há muitos restaurantes para turistas, e os garçons são muito insistentes em oferecer o menu do dia.

Bajada de Los Baños
 
Bajada de Los Baños

Bajada de Los Baños

Depois de descer a "Bajada de Los Baños", chega-se a essa praia, que além de não ser bonita, é muito diferente: não tem areia. 
O que tem então? 
Pedras, pedras e pedras e água muito fria.




Dizem que quem atravessar a Ponte dos Suspiros sem respirar e fizer um pedido, será atendido.
  



A Plazuela Chabuca Granda fica em frente à Ermita, e é uma homenagem a uma compositora que compôs uma canção para esse criador de cavalos peruanos. 




O roteiro 2 chama-se "Barranco Traditional", e sugere o passeio para apreciar a arquitetura tradicional: Boulevard Sánchez Carrión, Casa Rossell Rios, Casa Souza, igreja San Francisco, Plazuela San Francisco, Paseo Sáens Peña e Casa José María Eguren.
Desse roteiro fazem parte residências de famílias importantes e ruas com casas de influência europeia de outras famílias ricas e conhecidas na sociedade limenha. 

Não sei se alguma dessas casas faz parte do roteiro 2, mas fotografamos pois as achamos muito bonitas, embora algumas estejam precisando de manutenção.








Paseo Saens Peña

 
Já o roteiro 3 chama-se "Talleres Artesanales", e é um percurso pelos ateliers de artesanato: Taller de Julio Cesar, Taller Artesanal Las Pallas e Casa Artesanos Don Bosco.

Encontramos, por acaso, a Casa Artesanos Don Bosco, que fica em uma linda residência na Avenida San Martin. Entramos para conhecer e ficamos encantados com os diferentes tipos de artesanato de altíssima qualidade. Em cada cômodo, um tipo de artesanato produzido em uma região do Peru: tapeçaria, marcenaria, peças em pedra e em vidro.


Pelo que entendi, é uma Ong que cria condições para que os artesãos permaneçam em sua região, produzindo seu ofício. Eles oferecem, também, educação gratuita e qualificação específica, a fim de que os artesãos possam fazer desse ofício o seu trabalho.


Esse cartão da Casa Don Bosco é uma aquarela e contém, no verso, algumas informações sobre o local, assim como, o site e telefone. 






 
O roteiro 4 é chamado "Arte em Barranco", e inclui cafés, galerias de arte e lojas de design: Amaranto Café, Galeria Cecília González, Teatro Mocha Graña, Wu Galeria, Dédalo Arte & Diseño, Kalyca Design, El Cinematógrafo, San Francisco, Galeria de Arte 80 mt2, Centro Colich e PPPP Design. 


Dédalo Arte & Diseño

Meu marido é apaixonado por carros antigos. Então, não resistimos a registrar esses dois que encontramos em Barranco.





Como nós fomos à tarde, os restaurantes e bares estavam fechados. Mas dizem que a noite de Barranco é muito animada.


FOTOS: J.C.ALVAREZ



Leia também:

Lima

2 comentários

  1. Esse bairro entrou para o meu itinerário em Lima depois de ver, ler e reler esse seu post. Tomei a liberdade de imitar os seus passos (rs rs rs...). Vi que há uma estação do BRT bem próxima de Barranco, a estação Bulevar.

    Irei até o bairro no BRT e voltarei pelo calçadão, a pé, até o Faro da Marina.

    Obrigado pelas dicas valiosas!

    ResponderExcluir
  2. Olá. Há uma explicação para a presença de todas essas pedras naquela praia: é o que ficou sobrando de um aterro. Os urbanistas daquela época não projetaram nenhuma praia no local senão uma via para automóveis (a chamada "costa verde").

    ResponderExcluir