À CAMINHO DE MACHU PICCHU



Nesse roteiro Lima/Cusco/Machu Picchu conhecemos lugares incríveis, mas confesso que estávamos com uma expectativa especial em relação a Machu Picchu.

Para chegarmos a Poroy, de onde partiria o nosso trem, contratamos o mesmo motorista que nos levou para os passeios guiados no Vale Sagrado. Levamos 30 minutos do hotel até à estação de trem.
Fazia muito frio !!!





Lanchonete da estação de Poroy




Compramos as passagens de trem pela internet e retiramos o ticket no escritório da Perurail, do shopping Larcomar, em Lima.




Viajamos de Expedition, trem bastante confortável, com amplas janelas que permitem curtir um visual lindíssimo.












Durante a viagem, os 2 atendentes, que circulavam no vagão, serviram um lanche:
bolo com coca cola ou chá ou suco.

O trem balança muito. No início, achei que era chatice minha, mas depois eu ouvi alguns rapazes, que viajavam próximo a nós, reclamando de enjoo por causa do sacolejo.

Enfim, a paisagem ajudou a distrair. A estrada de ferro acompanha o rio e passa entre as montanhas. Próximo aos vilarejos, o trem apitava. Quando chegou na estação de Ollantaytambo, o trem parou por 15 minutos.

Havia um certo frisson no ar à medida que o trem se aproximava de Águas Calientes, destino final.

Na saída da estação de Machu Picchu, vários funcionários dos hotéis aguardam os hóspedes com cartazes indicando nome e hotel.
É necessário passar pelo meio de uma feira de artesanato para chegar à rua.




Águas Calientes é uma microcidade aos pés de Machu Picchu, que se organizou em função do turismo, em torno da linha do trem. Estão pavimentando as ruas e fazendo calçadas, mas as construções são desordenadas, verdadeiros "puxadinhos".
A primeira impressão não foi das melhores. 




Logo chegamos à pracinha da cidade.





Deixamos a bagagem no hotel e fomos comprar as passagens do ônibus. Todos sabem indicar o local.




Onde quer que esteja, você verá montanhas colossais à sua volta.
Saindo de perto das construções e observando a natureza, você verá belas paisagens.










Essa é a estrada por onde seguem os ônibus para Machu Picchu. 







 Quando o trem apita, que está chegando, há um alvoroço entre os turistas. Todos correm para fotografar o trem cortando a cidade e chegando na estação.








Chegamos muito cedo em Águas Calientes, por volta de 12h40 e, realmente, não é necessário.
Passeamos pra lá e pra cá, mas não tem o que fazer.

Jantamos na pizzaria Chez Maggy e demos mais uma voltinha na cidade para dormir cedo, pois o dia seguinte seria o grande dia - Machu Picchu.


Observações práticas :

Para Águas Calientes, nós só levamos duas mochilas. As nossas malas ficaram guardadas no hotel de Cusco. Para subir a Machu Picchu, nós fomos com uma bolsa à tiracolo e depois passamos no hotel para pegar as mochilas.

No blog www.viagenseandancas.com.br, a Camila dá uma dica preciosa: passar repelente antes de subir Machu Picchu. Eu acordei mais cedo e passei repelente no corpo todo, além, é claro, de protetor solar, mesmo com o tempo meio esquisito. Meu marido achou um certo exagero, mas quando o sol abriu, estávamos no meio do passeio, ele acabou se queimando.

Comprar pelo menos duas garrafas de água e levar para o passeio. Mesmo sem sol, você fica com a garganta seca !  

Na nossa avaliação, os preços em Águas Calientes são incompatíveis com o que é oferecido.

Como só íamos dormir uma noite, escolhemos um hotel bem simples. Mas ficamos muito decepcionados: mofo no banheiro e teto do quarto; café da manhã sofrível; a água quente da pia do banheiro não funcionava; saia água do box e molhava todo o piso do banheiro. A internet só funcionava na recepção, mas um cheiro muito desagradável dificultava a permanência na mesma. Enfim, não demos sorte nessa escolha.


Nos blogs www.sundaycooks.com  e  www.turomaquia.com, encontrei, detalhadamente, como comprar as passagens de trem pela internet e as entradas para Machu Picchu. Foi uma enorme ajuda !

Outros blogs que li durante a preparação da viagem ao Peru foram :

www.cadernosdeviagem.wordpress.com



FOTOS : J.C. ALVAREZ





9 comentários

  1. Obrigado pela referência, lindas imagens, de fato uma Senhora Viagem é ir para Machu Picchu!!! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Fabio
      Obrigada pela visita ao blog,seja sempre bem vindo.
      Sempre leio seu blog,beijinhos

      Excluir
    2. Oi,Fabio
      Obrigada pela visita ao blog,seja sempre bem vindo.
      Sempre leio seu blog,beijinhos

      Excluir
  2. Machu Picchu tem uma energia incrível! Seu post me fez relembrar a minha viagem para o Peru!!

    ResponderExcluir
  3. Esse é um roteiro para meus sonhos futuros para Qd as crianças crescerem. Muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Machu Picchu é um destino muito desejado por mim e minha família, com suas dicas fica tudo mais fácil. Adorei o trem e o post, completíssimo.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da estrutura do trem... mas tenho labirintite, acho q não aguentaria. Que pena! As paisagens são lindas!!!

    ResponderExcluir
  6. Estivemos lá também, foi maravilhoso!!!!! Única coisa que nos deixou frustados, foi a velocidade que o trem anda (40km/h) e a volta foi um martirio, pois levamos 4 horas até Cusco. Saímos às 17:30h e chegamos lá quase as 22:00h. Mesmo assim foi muito show!!!!!

    ResponderExcluir