INSTITUTO TOMIE OHTAKE, MERCADO DE PINHEIROS, FUNDAÇÃO EMA KLABIN, EATALY: UM DIA EM SÃO PAULO

Sempre que vamos a São Paulo, cidade que adoramos, fazemos questão de caminhar pela Avenida Paulista para nos sentirmos de verdade na cidade. É uma espécie de reconhecimento. 

Apreciar a Capela do Hospital Santa Catarina, visitar a Casa das Rosas, a Livraria da Cultura e o prédio do Conjunto Nacional é, para nós, como rever velhos amigos. Adoramos descobrir as novidades, ver as modificações e as melhorias. Dessa vez, com tristeza vimos o fechamento de 2 lojas da Livraria da Cultura, "tempos de crise" !  




Outro lugar que sentimos necessidade de rever foi o centro da cidade, 25 de Março e adjacências: algumas lojinhas de doces e salgados árabes têm aquela "cara" de armazém de antigamente e saborear um docinho com mel é sempre bem vindo. Dessa vez consegui encontrar a 8ª maravilha do mundo: 
balas de aniz !!!

Depois foi a vez do Mercado Municipal, onde nossa 1ª compra é sempre o abacaxi cristalizado. Memórias infantis !!!!
 Amamos também apreciar as barracas com grande variedade de azeitonas, as de frios, as de queijos e as de temperos. 


Esse é um roteiro afetivo que sentimos grande prazer em fazer.

Mas, hoje, quero falar do programa bem interessante que fizemos no sábado :

Instituto Tomie Ohtake, Mercado de Pinheiros, Fundação Ema Klabin e Eataly.

1] Instituto Tomie Ohtake/ Picasso


O acervo exposto nessa mostra pertence ao Musée National Picasso-Paris.
Em nossa opinião, as obras trazidas para a exposição "Mão Erudita Olho Selvagem" explicitam de forma "didática" as várias fases de pintura de Picasso. 


Há uma particularidade interessante nas obras expostas, pois algumas delas foram selecionadas e viveram com o artista durante sua vida. 

Constam da exposição: quadros, cerâmicas, esculturas e desenhos.

Quadro "Dança de Vilarejo"






Quadro "Figuras à Beira Mar"


Quadro "Grande Banhista com Livro"


É importante ressaltar que o Instituto Tomie Ohtake, por si só, merece uma visita. O prédio tem um projeto arquitetônico diferenciado, com formas arrojadas e cores marcantes, que de longe chama atenção. 
Dentro, há grandes espaços para exposição, sala para seminário e ateliês.

No térreo, está a livraria Gaudí Ohtake que é apaixonante ! Em sua vitrine, os bonecos de pano de "Alice" no País das Maravilhas e o de "Mary Poppins" são uma graça e os livros de arte para crianças e adultos também dão uma vontade louca de entrar e comprar, sem pensar duas vezes. 

Ao lado, tem a loja It que vende objetos diferentes com design moderno e jóias artesanais produzidas por vários artesãos. Fico namorando a vitrine !!! 

Ainda no térreo, está o Santinho Restaurante. Um restaurante que tem valorizado a relação entre cultura e gastronomia. 

Todos esses espaços são interligados por um hall de pé direito muito alto. 

  
2] Bem perto dali o Mercado de Pinheiros

Seguindo a dica da minha amiga Liliane Inglez do blog www.trilhas e cantos.com.br [clique aqui e leia o post ], fomos conhecer o Mercado de Pinheiros, que meu filho, morador de S.P., seguindo essa mesma dica, foi e adorou.



Um espaço perfeito para "fazer a feira", almoçar e bater papo com os amigos.

Os dois restaurantes, citados pela Liliane Inglez lá no blog [corre lá pra ver quais são], estavam com fila. Sinal de que devem ser muito bons mesmo. Como queríamos só petiscar, escolhemos pizzas no "NaPoLi CENTrALE".




Chá gelado de maçã verde com menta.



Aprovadíssimo !!!!!

3] Partimos para a Fundação Ema Klabin



A Fundação Ema Klabin é um museu. Está localizada no bairro Jardim Europa em uma linda residência. É uma daquelas maravilhosas casas que eu tinha a maior curiosidade de entrar para conhecer.

Ema Klabin era herdeira de um dos fundadores da indústria Klabin. Foi empresária e grande incentivadora das atividades artísticas e culturais. 


A casa foi inspirada no Palácio Sanssouci, na Alemanha, e os jardins foram projetados por Burle Marx.


Ema Klabin criou a Fundação, que leva seu nome, para que todo o acervo [sua coleção de quadros, tapeçarias, móveis, esculturas e objetos], adquirido ao longo dos anos, pudesse ser conservado, servisse para pesquisas e também fosse de fácil acesso ao público. 
Entre as 1500 obras, estão pinturas de Tarsila do Amaral, Fransz Post, Renoir, Bruegel e Chagall. 
O biombo chinês e outras belíssimas peças chinesas e japonesas são de deixar qualquer um de 'queixo caído" [velha expressão de satisfação]. 
Fiquei apaixonada pelos conjuntos de toucador, em porcelana, que estavam no banheiro. 
Cursos, palestras e pequenas apresentações também são realizadas nessa casa-museu.



A entrada foi gratuita e fizemos uma visita guiada. 
Não é permitido fotografar o interior da casa.

4] Nossa última atividade do roteiro de sábado foi o Eataly.



Gente, que lugar maravilhoso é esse ???

Assim que chegamos, fomos comer um crepe de Nutella, e é preciso dizer que é o melhor crepe de Nutella do mundo.




Fiquei completamente encantada com as gôndolas de azeites. Em cada uma, tem uma plaquinha com a explicação de quem é a família produtora e de qual região da Itália. 






O mesmo acontece com as gôndolas de azeite balsâmico, de molhos, de vinhos, chocolates etc...



Se me esquecessem no Eataly eu ficaria por lá feliz da vida, circulando pelos vários setores e vendo as novidades "gordísticas" maravilhosas. 

. Instituto Tomie Ohtake : Rua Coropés, 88 Pinheiros
. Mercado de Pinheiros : Rua Pedro Cristi, 89 Pinheiros
. Fundação Ema klabin : Rua Portugal, 43 Jardim Europa
. Eataly : Av. Presidente Juscelino Kubitschek  Vila Nova Conceição

Obs : Fizemos todo esse roteiro de carro e consideramos pequenas as distâncias entre os locais visitados.

No final do dia nos despedimos da cidade com outra caminhada pela Paulista, dessa vez de noite.





FOTOS: J.C. ALVAREZ



Leia também:


13 comentários

  1. Lilian, AMEI seu roteiro! Não conheço o Instituto Tomie Ohtake ainda. A fundação Ema Klabin estava fechada quando tentamos visitar, porque era feriado prolongado... Mas fiquei com a curiosidade mais aguçada depois de seu relato! Ah, fiquei com muita vontade da pizza do Mercado! Parabéns pelo post! Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. beijocas, Liliane. Os dois lugares são muito legais mas são bem diferentes.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Que saudade fiquei da minha cidade!!! Ainda bem que dezembro estarei por lá, e com certeza seguirei suas dicas. Achei interessante a Fundação Ema Klabin, e quero conhecer! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vem matar as saudades,né ? São Paulo tem sempre um lugar legal para se conhecer.

      Excluir
  4. Que delícia de roteiro! Só o melhor de Sampa! Adorei!

    ResponderExcluir
  5. Uau, só passeios lindos. Ainda que eu não goste de São Paulo, não se pode negar que tem muita coisa interessante pra fazer né?

    ResponderExcluir
  6. Louca para fazer esse roteiro.
    Beijos,

    Fran

    ResponderExcluir
  7. Ahh que post mais lindo!!! Sonho conhecer todos os locais aí descritos!

    Clau
    @AsPasseadeiras

    ResponderExcluir
  8. São Paulo é tão interessante e tão perto da gente, uma capital com tudo para agradar aos mais diversos turistas. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu adoro São Paulo e agora posso aproveitar mais pois meu caçula está morando lá.

      Excluir