TOULOUSE 1º DIA


Nosso querido filho caçula estava morando em Toulouse em intercâmbio universitário, e visitá-lo, para matar a saudade, foi a motivação para empreendermos uma viagem de 15 dias, começando por essa cidadezinha no sul da França, que foi a 1ª de uma pequena excursão européia.

Viajamos de TAP pela 1ª vez e adoramos: voo tranquilo, comida gostosinha, chá ao final das refeições. Fizemos escala em Lisboa e dali pegamos um mini avião para Toulouse.

Quando nosso mini avião já sobrevoava terras francesas, olha o que vimos:




O aeroporto de Toulouse é de bom tamanho e bem cuidado.
Tínhamos que pegar o Navette pro Centre Ville em um ponto de ônibus, bem em frente ao portão de saída do aeroporto. O bilhete, que custou 5 euros, foi comprado com o motorista, mas também era vendido em uma lojinha em frente a esse ponto. O ônibus tem um letreiro "Aeroport-Centre Ville".




Nós saltamos na estação Jeanne D'Arc, atravessamos a rua, entramos em uma via perpendicular, onde estava o nosso hotel "Quality Hotel Le Clocher De Rodez".




Toulouse é uma graça de cidade. Muito mais interessante do que imaginei ao ler sobre ela. É também conhecida como Ville Rose, pois muitas de suas construções antigas usam um tijolinho rosa.




Toulouse foi uma das cidades francesas mais ativas, como resistência na 2ª guerra mundial.



Muitos sobrados antigos ladeiam essas largas avenidas.




  O Canal du Midi é um leito artificial, construído para ligar o Atlântico ao Mar Mediterrâneo. Já foi usado para o comércio de trigo, mas seu uso atual é para o turismo. Imagine que delícia fazer um passeio de barco pelo canal.

Leia mais no "blog dicas de frances"  http://dicasdefrances.blogspot.com.br/2011/07/canal-du-midi-uma-das-mais-notaveis.html 




O rio Garonne, que corta a cidade, tem vida própria. Tudo acontece às margens do rio. É o ponto de encontro dos universitários antes das baladas, depois das aulas, para encontrar a namorada, para bater papo, para tocar violão, para marcar os programas...







Pátio da universidade.



A cidade abriga essas universidades :
A universidade de Tolosa I : l'Arsenal - com Ciencias Sociais; Institut d'Etudes Politiques de Toulouse - com Direito e Economia.
A universidade de Tolosa II : Toulouse le Mirail - com Ciências Humanas, Artes e Literatura.
A universidade Tolosa III : Université Paul Sabatier - com  Medicina, Farmácia. 
Além da École Nationale Supériéure de d'Architecture e Instituto Superior Europeu de Gestão de Grupo e outros.

Bem, dá para imaginar que a cidade fervilha de jovens, né ? 


Pelo rio Garonne, também, são feitos passeios de barco durante o dia e à noite. Alguns desses barcos são restaurantes e servem jantar.





Lugares para visitar :


1] Essa é a Place du Capitole, principal praça de Toulouse. Nesse prédio, com a bandeira, fica a prefeitura da cidade, Hotel de Ville. Em torno dessa praça ficam bares, sorveterias e restaurantes.





É possível visitar alguns espaços do Capitólio.





2] Igreja dos Jacobinos é um prédio muito interessante de ser visto. Há um certo contraste entre a parte externa da igreja - muito simples - e o seu interior, com teto altíssimo e os vitrais bem coloridos.
Aí estão os restos mortais de São Tomás de Aquino.
A construção dessa igreja levou em torno de 100 anos para ser concluída. 





O trabalho nos tetos é todo em tijolos de diferentes tons de marrom e bege.



Para visitar o claustro, o turista tem que pagar 4 euros.





Sua torre iluminada se destaca na noite de Toulouse.



3] A Basílica de Saint Sernim é uma homenagem a São Saturnino, que foi o 1º bispo e mártir de Toulouse, na primeira metade do século III. Inicialmente, foi construída uma igreja, mas como esse bispo foi muito querido - inúmeros peregrinos iam visitar o templo -, então, no século XI, foi construída um outro santuário, bem maior, que passou a ser considerado basílica, em 1878.






4] Visitamos também a Catedral de Saint-Étienne de Toulouse, cuja construção não se sabe a data. Alguns relatos sobre sua reconstrução datam de 1071.






Esse vitral redondo foi inspirado na Notre Dame de Paris. 





5] O Musée des Augustins é o museu de Belas Artes de Toulouse e um dos mais antigos da França. É citado como um monumento histórico. O prédio, onde fica o museu, tem uma parte muito antiga, 1309, que foi, durante um tempo, monastério, e outra parte mais nova, 1879.  






Estudantes têm entrada gratuita, mas os demais pagam 3 euros para conhecer o Musée des Augustins.





Coleção de gárgulas.



O claustro é muito bonito. Os arcos têm duas colunas de apoio em cada lado, e na parte de cima são trabalhados como um rendilhado.




As peças expostas vão desde a Idade Média até início do século XX. As coleções do museu contam com mais de 4000 peças. Algumas foram resgatadas de construções religiosas destruídas no século XIX, outras foram doadas e algumas compradas. 




Essas peças vieram da Basílica de Saint Sernin, da Catedral de Saint Etienne e de Notre Dame de La Daurade e formam uma das mais ricas coleções de esculturas romanas.










Depois de caminhar o dia todo e conhecer um pouquinho dessa cidade terminamos jantando no restaurante Pizza Pino, 15 place Wilson.



Foto de www.minube.com.br

Nenhum comentário